Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Queria partilhar uma excelente compra que fiz este mês. Precisava de comprar umas meias que não fizessem "garrote", ou seja, que não apertassem  no punho (chama-se assim ?).

Capturar (1).PNG

Andei a ver meias para diabéticos e eram todas caríssimas, acima dos €10/par.

 

Entretanto encontrei na Amazon espanhola um lote de 6 pares que, com despesas de envio, ficou por €14, ou seja, €2.30/par.

5 (1).PNG

Um dos pares ficou logo com um buraco a estrear. Não sei se fui eu que fiz muita força e enfiei um dedo onde não devia, se defeito, se má qualidade.

A verdade é que somente um par deu problemas e já lavei meias sem notar que houvesse perda de qualidade, depois da lavagem (no tamanho ou outro).

 

No que respeita ao "garrote", realmente as meias são excelentes. As meias não apertam, nem escorregam. Até a fisioterapeuta reparou logo nelas.

 

Já quanto à qualidade a longo prazo (depois das lavagens), isso não posso garantir.

 

Se conhecerem um produto semelhante por cá, em conta, por favor partilhem. Mais, as meias não precisam de ser anunciadas como "para diabéticos" ou ser apenas para diabéticos, mas para a generalidade de pessoas com pernas muito inchadas.

 

Pontos extra para a Cristina, que não gastou mais €5 em extras inúteis só para atingir os €19 de portes grátis.

E claro, arriscavam a não ser só €5.

 

Este fim-de-semana decidi reler o livro de Pedro Andersson, Contas Poupança, que põe por escrito alguns dos episódios da rubrica televisiva com o mesmo nome. 

 

Primeiro, optei por requisitá-lo na biblioteca. Logo aí, poupei.

 

É um livro muito útil, mas para quem já acompanha o programa e blogs de poupança, é possível que considere que não traz nada de novo. Para quem está a começar é, acima de tudo um bom ponto de partida para reorganizar ideias e a forma como aborta gastos. 

 

Eu própria, que não tinha um telemóvel capaz quando o livro saiu, fui relembrada da aplicação Poupe na Receitaque compara preços de medicamentos, a partir do seu princípio activo. Basta inserir o nome ou fazer o scanner do código de barras. 

 

Antes de mais, descobri que o auto-preenchimento do meu telemóvel se acha com muita piada.

DSC_0157 (1).JPG

Depois prossegui com alguns testes de medicamentos que tinha em casa:

DSC_0154.JPG

DSC_0155.JPG

DSC_0156.JPG

Muito ou pouco, encontrei medicamentos em que poderia vir a poupar:

DSC_0161.JPG

DSC_0162.JPG

 

Recordo-me ainda (embora não tivesse conseguido localizar), de uma reportagem em que uma senhora explicava que quando ia ao/à médico/a, levava sempre uma lista de medicamentos que já tinha em casa. Assim, poderia mostrar e inquirir se as doses que tinha eram suficientes (em caso de repetição) ou se o que já tinha, não era a mesma coisa que já lhe estava a ser receitada. 

 

Parece-me ser bastante útil, especialmente quem tem miúdos e anda sempre a rodar os médicos com aquelas viroses que eles frequentemente apanham.

 

Por exemplo, já cheguei a casa com uma caixa de medicamentos para tomar, que era a mesma que estava a tomar a minha cadela. História verídica. 

1 - Doar sangue

 

Sem prejuízo dos benefícios sociais da doação de sangue, saibam que também é muito bom para a carteira. 

Ao doar sangue, poderão solicitar a isenção de taxas de moderadora que se aplica, não só às consultas no posto médico mas também a exames (análises, ecografias, TAC, etc.). 

 

2 - Passar pelo posto médico ou ligar para o Saúde 24 (808 24 24 24) antes de ir ao hospital

 

Se forem encaminhados para um hospital, pelo vosso médico de família ou pelo serviço Saúde24,  antes de irem lá directamente, ficam isentos de pagar taxa moderadora também nas urgências e ainda em exames de diagnóstico.

 

(Estas medidas resultaram do Orçamento de Estado para 2016, mas tanto quanto sei, não sofrerão alterações para 2017)

 

Há algum tempo que desejava partilhar convosco duas formas que utilizo para poupar em taxas moderadoras. Adirto desde já que não tenho muitos conhecimentos sobre a matéria, até porque as regras são um pouco dispersas e têm algumas variáveis. Estas são as conheço da minha experiência pessoal.

 

1º Dar sangue

1.JPG

1º Dar sangue 

Sabiam que, desde a recente mudança legislativa, bastam duas dádivas e ficam isentas/os do pagamento de taxas moderadoras no vosso posto médico?

Basta que, junto do local onde fazem as dádivas, solicitem uma declaração para o efeito. Depois, é só apresentar no posto de saúde e ficam isentas/os durante 1 ano.

Além dos locais de doação permanente, há brigadas de recolha por vários locais como empresas, centros comerciais, escolas, entre outras. Eu costumo dar sangue numa brigada que me esteja próxima. Procuro o local aqui.

Quaisquer outras motivações para a doação de sangue, ficam a vosso cargo.

 

2º Antes de ir ao hospital, passar pelo centro de saúde 

 

Se possível, antes de se dirigem ao hospital para uma consulta de urgência, deverão passar pelo centro de saúde. Se a/o vossa/o médica/o verificar a necessidade de deslocação ao hospital, irá fornecer-vos uma cartinha, já com encaminhamento, que irá facilitar o atendimento e tornará a vossa urgência isenta de taxa moderadora.


Felizmente, em toda a minha vida, só precisei de me dirigir ao hospital (para mim) duas vezes:

- uma com raio-x, depois de consultar a linha saúde 24, custou-me €20;

- uma com ecografia vascular, depois de consultar a minha médica de família, custou-me €0.

 

Naturalmente, a melhor poupança consegue-se evitando estabelecimentos dessa natureza. Porém, só o façam se gozarem de boa saúde, sim? 

  

 

Aditamento à informação anterior, pela Leonor:

 

Boa tarde,
Também os bombeiros estão isentos das taxas moderadoras, grávidas, crianças até 18 anos exclusive, enviados através do centro de saúde (programa alert), desempregados e respectivos conjugues e filhos menores, quando se vem transferido de outro hospital, transplantados de órgãos, insuficiência económica, requerentes de asilo politico e refugiados e respectivos conjugues, reclusos, vitimas de violência doméstica, etc, etc. Estes são muitos dos motivos que dão direito a isenção, desde que devidamente comprovados e eu sei isto tudo tão bem na pontinha da língua porque trabalho num hospital pediátrico em Lisboa ( não é difícil de adivinhar) e lido diariamente com este assunto.
Grata pela atenção

leonor



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Calendário

Abril 2020

D S T Q Q S S
1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930


Comentários recentes

  • Anónimo

    obrigado

  • Sofia

    Está a acontecer-me o mesmo, esta semana também es...

  • Descontos

    Pelo que li, andam pessoas a fazer álcool gel case...

  • Descontos

    ahahahaahahahahahahjuro... estou a ficar tolinhaah...

  • Sofia

    A INCM começou a disponibilizar grauitamente cláss...




Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D