Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Capturar (8).JPG

Imagem: Michael Longmire - Unsplash

 

Na última semana, tenho concentrado alguns esforços adicionais em destralhar a casa, por variadas razões. Uma delas, é fazer dinheiro.  

 

1.

Fiz uma grande (para mim) venda no Custo Justo e assim consegui reforçar o meu fundo de emergência.

 

2.

Ao destralhar uns papéis em casa, encontrei um recibo que já deveria ter entregue no trabalho para ser reembolsada. Se não o tivesse feito, era dinheiro perdido. 

 

3. 

Tinha pensado comprar, em 2019, uma prateleira adicional para uma estante (€5) + estante pequena (€20-30). Comecei a destralhar a casa, eliminando material de escritório que já não uso, e o espaço para os livros apareceu.

Não sei se, durante a infância, alimentaram uma tendência natural minha para fazer colecções ou, as colecções que fui fazendo na infância, foram sendo associadas a sentimentos positivos que determiram que me tornasse uma coleccionadora. 

 

Mas, o meu estado natural é de gostar de coleccionar: tenho selos, calendários (de infância), postais, cadernetas (de infância), autocolantes para a agenda, materiais diversos de costura e bordado e muitos, muitos livros. Eu gosto de padrões.

 

O problema é que as colecções tornam-se um sorvedouro de dinheiro. No meu caso, a falta de investimento pessoal nas colecções faz com que nunca possa ser um verdadeiro investimento.

 

Foi o acumular de todas estas coisas que determinou que começasse a procurar soluções no movimento do minimalismo. 

 

O meu objectivo sempre foi simplificar as coisas: encontrar objectos quando preciso deles, remover os excessos (para que não ocupem espaço precioso numa pequena casa e para que não tenha de os limpar), ter mais espaço para o que gosto e preciso e gastar menos dinheiro num consumo impulsivo.

 

Quando vejo o que tirei de casa, pasmo. Nem me atrevo a fazer contas.

 

Por isso, começar a destralhar - retirar os excessos de casa - mudou completamente a forma como compro. Cada vez mais associo o consumo às coisas que tirei de casa e faço-me a pergunta: não acabarei por destralhar isso depois? 

DSCF0032.JPG

 

Decidi - finalmente - ir ao tal compartimento das toalhitas (ver post anterior).

Conseguem perceber qual é a prova?

 

Prova nº 2:

DSCF0033.JPG

 

Em compensação, as toalhitas do Carrefour estavam por estrear, abri-as e estão impecáveis. 

DSCF2095.JPG 

 

Primeiro, só havia uma sanduicheira eléctrica. Deram-ma há muitos anos. Acho-a pouco prática porque eu não uso pão de forma e as fatias do pão que faço não cabem lá. Também não dá muito jeito para grelhar outras coisas.

 

Eu tive um grelhador grande, mas devo ter destralhado. Já nem me recordo.

 

O meu grelhador de fogão tem um tamanho menor que uma folha A4 e é pequeno para grelhar vários ingredientes. 

 

E foi assim que a minha mente começou a pensar em comprar um novo grelhador eléctrico que permitiria grelhar e tostar, com placas amovíveis para lavar, etc., etc.

 

Passos seguintes: procurar no site de trocas, no site de usados, comparar preços e por aí... 

 

Os dias passaram e num deles, já a propósito de algo completamente diferente, penso para os meus botões: o que ainda tenho no pequeno armário por cima do frigorífico? 

 

Adivinharam, não foi? Lá estava o grelhador eléctrico grande, com placa amovível para lavar na máquina e que eu já não me lembrava de ter. 

 

E por falar em coisas que não comprei...

 

Ando uma semana a procurar uma capa para o telemóvel, porque deixei-o cair e parti a minha. Esta manhã, enquanto procurava nos sites de usados, reparo na caixa de cartão do aparelho. Penso... alto e pára o baile. 

 

Vou à caixa de origem do meu telemóvel e pimba... lá estava uma segunda capa (outra cor) para o telemóvel.

 

Por tudo isto, não se supreendam se começarem a aparecer publicações com a tag "destralhar". 



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Calendário

Dezembro 2020

D S T Q Q S S
12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031


Comentários recentes

  • Madalena Martins

    Tenho o tapete de silicone, que pode ser usado dir...

  • Anónimo

    tenho um tapete de silicone que comprei no Contine...

  • Joana

    boa tarde, tenho um cupão de 5€ em compras superio...

  • Rita Oliveira

    Comprei recentemente uma folha de pastelaria como ...

  • Descontos

    Francamente, nunca me ocorreu usar para além da pa...




Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D