Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Para as/os consumidoras/es mais distraídas/os, alerto que as bebidas da moda - água com álcool, têm praticamente o mesmo teor de álcool que uma cerveja.

Capturar (102).JPG

ALCOOL.jpg

 

Honestamente, já nem me recordo há quantos anos tenho o meu caderno reutilizável e a respectiva caneta não permanente.

Para ficarem com uma ideia, eu já dizia "há anos" em 2018.

 

Não foi fácil encontrar e já nem me recordo onde comprei, mas assim que a caneta deixou de escrever, optei por comprar tinta, em vez de uma nova caneta.

IMG_20210501_180114_598.jpg

Neste momento, encontro-me a gastar as esferográficas que já tenho.

 

Aliás, a minha preferência até é para a escrita com lapiseira com minas 0.5, por isso, as minhas esferográficas tendem a durar muito tempo.

 

Depois, planeio assaltar a gaveta de canetas da minha mãe e só depois (de esgotar o que já existe), é que opto pela compra de uma esferográfica nova recarregável.

 

Tem sido assim: produto a produto, procuro as soluções mais sustentáveis e reutilizáveis.

Até hoje, tenho chegado sempre à mesma conclusão: poupança. Tenho poupado dinheiro, sempre que "invisto" em reutilizáveis.

 

A tinta, na altura, custou-me cerca de 10-15 euros. Hoje já existe mais barata em Portugal. Mesmo assim, já recarreguei mais de 3 vezes uma caneta que custou cerca de 5€.

Capturar (91).JPG

Não posso assegurar que consiga sempre fazer as opções mais acertadas, mas tento e aprendo no processo.

A informação de que os pacotes de chá libertam microplásticos não é novidade. Mas as conclusões do último estudo, mais ainda se as multiplicarmos por tudo que comemos, vezes o número de pessoas, não são nada animadoras.

 

Depois, através de um microscópio de eletrões, a equipa descobriu que uma única saqueta, à temperatura de confeção (cerca de 95ºC), liberta cerca de 11,6 mil milhões de micropartículas e 3,1 mil milhões de nanopartículas de plástico para a água, nomeadamente de nylon e polietileno tereftalato. Estes níveis são milhares de vezes superiores aos observados noutras comidas, frisam os investigadores. (VISÃO)

 

Foi isso, entre outras coisas, que decidi investir na aquisição de chá Gorreana, que ainda por cima fica mais barato que os chás de saquetas.


Eco Poupança

17.04.18

IMG_20180415_105250_383.jpg 

Estou a usar uma "eco.agenda 2013" que encontrei na casa dos meus pais, como rascunho. 

 

Há cerca de 1 ano deixei permitir que as miúdas gastassem papel novo para as brincadeiras (muitas acabavam no papelão). Agora têm duas gavetas de papel de rascunho diverso, inclusivé restos de agendas, ou papel de rascunho com formulários, que trouxe do trabalho e que elas adoram.

 

Continuo a utilizar as minhas toalhitas. Já não me imagino sem elas.

Menos madeira, menos papel, menos negócio para empresas de celulose que poluem os nossos rios impunemente.

 

E também menos água.

Continuo a aproveitar a água das chuvas para o autoclismo e, felizmente, temos tido bastante água para isso. Mas também água dos duches, de lavar legumes ou de lavar uma malha à mão.

 

 

Não podemos continuar a comportar-nos como se os recursos fossem ilimitados. Não são,  por isso o melhor é criarmos novos hábitos de consumo.

 

É tudo uma questão de adaptação.

Quando começarem a fazer cortes de água, como já acontece em vários países, quem acham que terá mais facilidade de adaptação? Quem já aprendeu a ter pouco, ou quem nunca soube fazer com menos? 

 

Alterado para correcção de erro ortográfico. (Obrigada, Diana)



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Calendário

Maio 2021

D S T Q Q S S
1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031


Comentários recentes

  • Anónimo

    Aqui em casa é igual em tudo... mas em vez de marc...

  • Anónimo

    Boa tarde, se alguém se quiser inscrever na Voz do...

  • Anónimo

    O comentário é longo, mas estão aqui muito bons ex...

  • Beh

    Desde que movi esforços de forma a não deitar nada...

  • Descontos

    Também gosto muito de torradinhas.Infelizmente (ou...




Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2011
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D