Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




A passagem de ano é sempre uma oportunidade para novos começos, correcção de erros anteriores, uma forma de fazer uma forma e tentar introduzir algumas melhorias na nossa vida.

 

Nos últimos anos introduzi novos hábitos nas minhas compras: menos processado e menos, em geral. Mas são menos que não se traduzem em privação, mas em melhorias no meu consumo ou alinhamento entre as minhas acções e os meus valores.

 

Para 2018 tenho 3 grandes objectivos:

 

1 Aprender a cozinhar mais refeições vegetarianas e acompanhamentos vegetarianos (de preferência sem processados como seitan e tofu)

Porquê: Em casa de diabéticos, isto são as "ordens" da nutricionista e por isso tenho de melhorar os meus conhecimentos e leque de receitas. 

Como: Testar uma receita nova, pelo menos cada 15 dias; comprar condimentos e aprender a utilizá-los; fazer receitas simples, com ingredientes simples.

2  Passar a utilizar, de forma exclusiva massas integrais, arroz integral e farinhas com menos índice glicémico 

Porquê: Ver ponto 1. 

Como: Substituir todas as compras de massas e arroz brancos, pelas versões integrais; aprender a cozinhar arroz integral; aprender a conservar arroz integral cozinhado; recolher informação sobre farinhas com baixo índice glicémico; recolher informação sobre a mais versátil/económica para substituir cada uma das utilizações da farinha de trigo.

3 Reduzir o plástico que produzo com o meu consumo

Porquê: Porque reciclo, é fácil ver a quantidade de plástico que produzo com o meu consumo. É demasiado. E muitas vezes é por não andar com sacos ou de fazer compras em locais com tudo embalado.

Como: Melhorar os meus kits de compras (com sacos maiores); optar por produtos a granel, em vez da versão embalada.

 

Para 2018 tenho 3 pequenos objectivos:

 

1. Fazer bolachas mais "saudáveis", para desencorajar a compra de bolachas "sem açúcar".

2. Aprender a fazer rissóis (era um dos objectivos para 2016).

3. Assar pão no forno.

 

Espero, sinceramente, encetar pequenos passos que levem a grandes mudanças, mas sem que afecte grandemente o meu orçamento.

Acredito que, depois de uma fase inicial de ajuste e experimentação, em que naturalmente poderei gastar mais, os gastos acabem por nivelar.

 

Sei que, ao escrever aqui os meus objectivos, terei a vossa ajuda. Sei, porque assim me têm habituado, com a vossa generosa partilha. 

 

Sei que desse lado, tenho pessoas como a Joana, me ajudarão com o arroz integral. O David dá-me sempre excelentes dicas no que respeita a alimentação para diabéticos. Poderia continuar...

 

A todas/os agradeço e desejo um fantástico novo ano.

 

2018 à vista!

Tags:


1 comentário

Sem imagem de perfil

De Anónimo a 31.12.2017 às 17:05

Bom Ano Cristina!
Muita saúde, alegria e paz.
Da minha parte vou ajudar no que puder/souber :) seja com arroz integral ou outra coisa :)
Sei muito pouco mas pesquiso muito e à medida das minhas necessidades. Também tenho feito uma longa caminhada, com passinhos bem pequenos mas sempre no sentido de viver com menos (coisas). A reciclagem já há bastantes anos que faço (peco, por vezes, no óleo usado porque embora não o deite pelo ralo, nem sempre passo pelos locais de recolha e acabo por o pôr engarrafado no saco do lixo normal, é por isso um dos pontos que quero mudar). A alimentação também tem sido aos poucos e poucos. Se me dissessem há 2 anos que eu ia deixar o leite de vaca diria que era impossível. Eu era doida por leite. Mas além da parte da consciencia o facto é que me sentia muito mal da barriga. Então já há mais de um ano que faço os nossos leites vegetais e o meu filhote (adolescente de quase 15 anos e muuuuuito esquisito) bebe muito bem. Posso adiantar que o leite de arroz/amendoa me fica em menos de 50centimos, 1,5l. Ou seja, fica a 0.30€ o litro, o lixo é incomparavelmente menos e é para nós saboroso. Mas confesso que foi dificil acertar com uma receita que nos agradasse. Ao inicio comprava feito mas era uma despesa enorme. Depois fui fazendo tentativas até que chegámos a esta.
Um dos meus objetivos é limitar o consumo de carne a 1 vez por semana e peixe 2 a 3. De resto aqui em casa gostamos muito de sopas (até o filhote) e algumas são tão completas nutricionalmente que não precisam de mais nada se não se quiser.
Há uns anos investi em 4 livros que considero 5 estrelas para refeições saudáveis e económicas: "O livro de cozinha da Marta" da Marta Varatojo; "Cozinhar com a Natália" da Natália Rodrigues; "Tudo o que comemos conta" Eugénia Varatojo e "Cozinha vegetariana para quem quer poupar" da Gabriela Oliveira. Os 3 primeiros são de culinária macrobiótica, aquela com que mais me identifico por privilegiar os alimentos de época e biológicos e por não ser restritiva em relação a proteína animal.
Que engraçado que quando comecei a ler o post pensei que tinha de responder acerca das refeições vegetarianas (especialmente sem seitan, porque o glúten tem definitivamente de sair da minha vida, fico mesmo com dores após comer pão e afins). Por exemplo, o filhote devora uma pratada de migas (couve de caldo verde, broa de milho e feijão frade). Posso partilhar como faço, mas garanto que são tanto um prato completo como um excelente acompanhamento para uma carne grelhada.
Eu adoro aprender coisas novas e tenho também muito gosto em partilhar o que sei por isso qualquer coisa é só dizer! Apesar deste tema nada ter a ver com a vida profissional, é um tema que adoro porque além de querer fazer o melhor para a família, sei que o conhecimento é poder e saber cozinhar e saber o que melhor se pode fazer com os alimentos é uma forma de poder. Acredito que a alimentação é a maior responsável pelo nosso estado de saúde e eu quero um dia ser uma velhota saudável, autónoma e não dar trabalho a ninguém :)
Beijinhos
Joana

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Calendário

Dezembro 2017

D S T Q Q S S
12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31


Comentários recentes

  • Anónimo

    Maioritariamente roupa. Nos saldos de Inverno comp...

  • Gorduchita

    Tenho muita dificuldade em fazer este tipo de comp...

  • Descontos

    Fez muito bem. Eu planeio fazer o mesmo.

  • Anónimo

    A Magazine deste mês traz etiquetas autocolantes p...

  • infp

    nem a calhar! a ver se tiro a minha nikon do armár...



subscrever feeds


Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D