Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




IMG_20210717_081601_211.jpg

Esta é uma história de partilha e frugalidade.

Em pleno confinamento, eu e uma amiga decidimos fazer uma sessão virtual de costura, na esperança de nos motivarmos para terminar projectos.

A minha amiga tinha um projecto em mãos, em que iria aproveitar o recheio de uma almofada decorativa, uma de muitas que vão deixando de ter espaço em muitas casas.

 

Quando vi o coração, de imediato eu pensei numa personagem de um grupo sul coreano que a minha sobrinha adora: Tata.

 

Tirei os braços, enchi a almofada (inclusivé com os braços que retirei), apliquei boca e olhos em feltro (que já tinha) e reinventei a almofada.

 

Ao reaproveitar o "lixo" de outra pessoa, vou fazer uma adolescente muito feliz (pelo menos, enquanto durar a moda).

 

Por vezes, vejo pais gastarem verdadeiras fortunas em objectos com um tempo de vida muito curto: a boneca ou a banda da moda vêm com uma etiqueta e o preço costuma ser alto.

 

Eu não escondo - pelo contrário - que compro usado e reutilizo produtos.

Eu conto às minhas sobrinhas onde compro as pechinchas e quando me custaram. Elas sabem que eu sou a tia DIY e até vêm a mim com os seus pedidos.

Uma das minhas sobrinhas, ainda na primária, andava na escola a dizer: foi a minha tia que fez. Perdi a conta do número de bandeletes, totós e outros que tais, que fiz para a pequenada.

Hoje, mais crescidas, elas não recordam as coisas/objectos, mas o facto de a tia lhes fazer coisas, inclusivé com elas ao lado.

O amor não se compra com objectos, mas com dedicação, com o nosso tempo e atenção.

E isso é difícil, quando estamos cansados de um dia longo de trabalho. Mas não é essa a razão de ser desse trabalho: dar-lhes uma vida melhor?

O que me parece, é que vivemos numa fase em que demasiadas pessoas associam essa vida melhor a coisas: o telemóvel, as sapatilhas, .... Porém, esquecem-se que uma relação emocionalmente forte com um/a filho/a, capacita-o/a muito melhor para não sentir a necessidade de procurar laços afectivos com outros, através de ostentação.

Mas divago... este é um post sobre uma almofada descartada, não uma "lição de vida" (não solicitada).

 

Tags:


2 comentários

Sem imagem de perfil

De Anónimo a 17.07.2021 às 14:42

Identifico-me tanto com estas palavras! Tenho 2 sobrinhos que amo e mais do que as sapatilhas XPTO o que eu gosto de lhe dar são experiências (do tipo vamo-nos inscrever numa prova num domingo de manhã e fazermos atividades ao ar livre), isto porque agora são mais adultos, e já não dá para os ir buscar aos pais e fazer bolachas ou ir ao teatro ver uma peça infantil. é tão mais importante SER do que TER!
Imagem de perfil

De Descontos a 18.07.2021 às 10:01

Que saudades que tenho dos nossos passeios. Escolhia uma lugar no mapa e lá íamos nós.
Uma das minhas sobrinhas, quando era pequenina, ao chegar ao castelo de Santa Maria da Feira, ficou tão espantada que perguntou: "é um castelo de verdade?".
Esse "maravilhamento" das crianças é das melhores coisas na vida.

Comentar post



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.





Calendário

Julho 2021

D S T Q Q S S
123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031


Comentários recentes

  • Descontos

    Fico de olho, até porque está próxima.

  • Anónimo

    Olá! Neste caso, podemos usar a APP Pingo Doce off...

  • Anónimo

    Já agora recomendo a Dra Marta da puppycare, uma m...

  • Anónimo

    Concordo consigo em toda a linha.

  • Anónimo

    Ok, obrigado 😋




Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2018
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2017
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2016
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2015
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2014
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2013
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2012
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2011
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D