Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Na semana passada (teria sido há duas semanas atrás?), a propósito da cíclica discussão à volta do peso das mochilas escolares (com o seu conteúdo, claro), começaram a sugerir como alternativa, os tablets com manuais digitais.

 

Mandam as regras da blogosfera, que se comentem temas actuais para ter muitos comentários, partilhas, tráfego… Cá a menina precisou de vários dias para evitar muitos adjectivos.

 

Informo que as próximas palavras serão contidas e culminam na minha (forte) oposição à utilização de manuais escolares digitais.

jeremy-bishop-131058.jpg

 



DESVANTAGENS NA UTILIZAÇÃO DE MANUAIS ESCOLARES DIGITAIS

 

  1. Os tablets avariam e partem-se com facilidade.
  2. As baterias dos tablets só têm garantia de 6 meses.
  3. A logística de carregar as baterias em ambiente de aula seria um pesadelo.
  4. Mesmo com seguro de reparação e accionamento da garantia do tablet, as crianças ficariam sem ferramentas durante o período em que tablet estivesse a ser reparado (cerca de 1 mês).
  5. Os custos de utilização de manuais escolares digitais com tablet seriam maiores que a dos manuais em papel (se acham se os preços dos manuais desceriam para justificar o investimento num tablet, é porque não acompanham os preços ebooks).
  6. Os estudos mais recentes têm advertido para riscos na utilização prolongada de ecrãs para ler e o impacto do tipo de estímulos neurológicos associados à utilização de computadores.
  7. O ensino através de multimédia não se resume a conteúdos animados e a sua utilização teria de ser precedida de formação de quem a vai utilizar como ferramenta.
  8. Os pais não estão preparados para os riscos relacionados com a segurança informática.



SUGESTÕES DE COMO DIMINUIR O PESO EM MOCHILAS ESCOLARES

 

  1. Estabelecer a obrigatoriedade de manual único - não existe qualquer razão, excepto a margem de lucro das editoras, para que os pais comprem múltiplos livros para cada disciplina (actividades e afins).
  2. Estabelecer a obrigatoriedade de um peso máximo ou número máximo de páginas para cada manual - pode parecer absurdo, mas seria a única forma de evitar a criação de mega livros (xico espertice); bastaria utilizarem, como referência, o número médio de páginas, dos últimos 3 anos, dos manuais existentes.
  3. Dividir o manual escolar em fascículos ou partes (percebem agora a necessidade do ponto 2?).


Notem que não sugiro os cacifos como a solução. Faço-o porque ainda não me explicaram como isso seria compatível com a existência de trabalhos de casa.


2 comentários

Sem imagem de perfil

De Anónimo a 22.02.2017 às 18:17

Acho que a utilização de um suporte digital ajudaria o meio ambiente (menos árvores cortadas) mas as crianças não são capazes de cuidar de um tablet.
No entanto poderia haver uma espécie de tablet por secretária que apenas executasse os livros escolares em formato digital. O aparelho funcionaria na tomada e não iria permitir o uso de jogos.
Ocasionalmente o professor poderia ativar o modo internet para os alunos poderem aprender a fazerem pesquisas decentes (essencial nos dias de hoje).
Todo o trabalho feito deveria poder ser acedido pela plataforma da escola para os miúdos poderem levar o trabalho para casa e estudar.
Até sairia barato, o dinheiro que se poupava por o formato ser digital dava em poucos anos para pagar os aparelhos....

Sem imagem de perfil

De C a 22.02.2017 às 19:06

Menos árvores cortadas, mas mais químicos no ar e solo. Além de que, poderia ser utilizado papel reciclado nos manuais escolares, hoje em dia já se produz papel reciclado de boa qualidade.

Não há dinheiro para papel, canetas e computadores do mais básico, no sector público, quanto mais para tablets.

Se não há uma porta que aguente numa escola pública... imagine um tablet. Como disse e muito bem, inicialmente, as crianças não são capazes de cuidar de um tablet.

Independentemente de estar ou não afixado à secretária, os alunos arranjariam iriam danificar o aparelho em pouco tempo, dado que é frágil. E também sai dispendioso, são centenas de euros para cada aparelho, que julgo que não duraria um ano. Com esse dinheiro dá para comprar todo um rol de manuais para um ano escolar.

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.





Calendário

Fevereiro 2017

D S T Q Q S S
1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728


Comentários recentes

  • Descontos

    Muito grata pela dica.Já partilhei. E não se preoc...

  • Anónimo

    O Arrábida Shopping está com uma promoção de vales...

  • Anónimo

    Até mete raiva

  • Lurdes

    Também já recebi o reembolso do mel.

  • Anónimo

    Promoção mesmo.boa de arroz é no Minipreço o de ma...



subscrever feeds


Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2011
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D