Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]





Destralhar

13.04.16

Começo por dizer que não sou minimalista. Ponto assente. Mas vivo numa casa que, não sendo pequena, pode rapidamente tornar-se, se a atafulhar de coisas. 

 

Mais, sou uma consumidora impulsiva. Juntem as duas coisas e é a receita para "tralhas que deram cabo do orçamento". 

 

Esta mês, em particular, tenho reflectido muito sobre o antes e o depois de ter começado a simplificar a minha casa. Com simplificar, quero dizer, comecei a eliminar coisas que não uso, que não preciso, que tenho em duplicado

 

Rapidamente, esse processo transformou-se na consciência do que realmente preciso e isso traduziu-se em muito menos compras.

 

Deixei de comprar acessórios de cozinha que só têm uma função, deixei de comprar mais uma caneca porque-é-tão-gira, deixei de comprar gadgets porque é fixe ter, deixei de comprar mobiliário/estantes/organizadores para essas coisas. Na verdade, comecei a dar mobiliário e a libertar espaço.  

 

Um exemplo: eu tinha 2 televisores e 2 leitores de dvd, apesar de viver sozinha.

 

Apenas no último ano, se desse azo à minha impulsividade ou "queros", teria comprado um novo smartphone ou nova câmara digital para gravar vídeos, teria comprado um chromecast, um novo aparelho TDT com mais opções de gravação, uma smart tv, uma estante para o quarto, uma estante para a sala (para substituir a que lá está), teria comprado outro sofá (para substituir o que lá está) e muitos DVD e muitos livros.

 

Nenhum dos objectos precisam de ser substituídos por estarem estragados, simplesmente queria trocá-los por outros "modelos". Ou seja, não é precisar, é querer. E já sabemos que esse querer é transitório, está em permanente actualização e é esse o ciclo vicioso em que entramos: gastar dinheiro em coisas descartáveis

 

Ao optar por destralhar, definitivamente mudei a forma como penso e é cada vez mais: como posso reduzir? E essa forma de pensar, acabou por me tornar mais crítica quanto ao que compro.

 

Tão crítica, que por vezes olho em volta e penso: se arrependimento matasse... 


Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Calendário

Abril 2016

D S T Q Q S S
12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930


Comentários recentes

  • Descontos

    Realmente, tem razão.Fui rever a foto e parece mes...

  • Carla Castro

    Pois, eu também não, mas parecia que estavam em ág...

  • Descontos

    Conheço, mas tenho tido mais sucesso a vender pelo...

  • Descontos

    Bom dia, não congelo o peixe em água, embora conhe...

  • Carla Castro

    Bom dia. Os carapaus nos frascos estão em água? Se...



subscrever feeds


Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2011
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D