Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Há dias deixei-vos uma questão: Ainda querem saber porque há mais de 1 ano ando a congelar cascas?

 

Confesso que me diverti a ler as respostas, todas muito sensatas, esperançosas e muito longe da realidade.

Capturar2.JPG

A verdade é que há mais de um ano que alimento minhocas compostoras, mas concretamente da família "Eisenia foetida", que é uma espécie de minhocas que vive bem em lixo orgânico e comem cerca de metade do seu peso, por dia.

IMG_20210203_092138_160(1).jpg

 

E como comem muito, cagam muito. : )

E esse cocó é puro composto, por muitos chamado de ouro negro.

 

Eu comprei as minhocas porque queria uma forma de eliminar os resíduos da minha cozinha de forma mais eficiente. Entra lixo e sai composto. Melhor, é impossível.

 

Não vou entrar em pormenores sobre como fazer vermicompostagem (há melhores para isso), mas quero dar-vos a minha experiência real e realista do último ano e meio (mais ou menos):

 

1.

Eu apaixonei-me por estes bicharocos. Uma maçã podre (já chegou cá podre) já não é desperdício, é snack para elas.

São fascinantes e não admira que Darwin as achasse irresistíveis. Não se surpreendam se o futuro passar por saneamento (esgotos) que passa por fábricas de tratamento com minhocas.. Já existem!

 

E uma nova actividade preferida é ver vídeos "time elapsed" com minhocas.

 

2.

A pequenada adora dar de comer às minhocas. Assim que chegavam cá a casa, perguntavam pelas minhocas.

Eu passei a deixar a alimentação para os dias em que elas estavam cá. Ou pelo menos até chegar o coronavírus.

 

3.

Discordo com o que tenho lido por aí: não é realista esperar que a vermicompostagem caseira resulte na eliminação dos nossos resíduos domésticos, se for de pequena dimensão.

Mesmo sendo sozinha, tenho muito mais alimento (cascas de legumes e frutas) do que as minhocas poderiam comer. 

Só quem tiver MUITO espaço para ter MUITAS minhocas, o consegue fazer. E por cá, temos de ter cuidado com as temperaturas porque não aguentam muito calor ou muito frio, por isso não podem ser deixadas no exterior.

As minhas estão num balde de 30 litros, na cozinha.

 

4.

São precisos cuidados com as minhocas (manter um ambiente saudável) e com a mosca da fruta (por isso congelo antes). São seres vivos e é importante saber como tratá-los (eu perdi minhocas).

 

Não quero desencorajar ninguém a fazer vermicompostagem, mas penso ser importante dizer a verdade, porque tenho visto muita desinformação (muita dela devida a entusiasmo).

 

Tendo dito tudo isto, eu continuarei a ter minhocas na minha cozinha (zero odores) e a multiplicá-las.

Até lhes comprei uma casa nova: uma caixa de plástico reciclado (produção nacional), para que tenham mais espaço na horizontal.


11 comentários

Sem imagem de perfil

De Susana Neto a 03.02.2021 às 15:17

Fantástico! Tenha uma horta onde faço compostagem tradicional. Acho a vermicompostagem fantástica, mas não resultaria na minha horta porque é uma zona muito agreste, muito gelada e ventosa no inverno e extremamente quente no verão. Vou ficar atenta às novidades!
Imagem de perfil

De Descontos a 03.02.2021 às 16:37

Há várias estratégias para o exterior, mas é preciso saber muito bem o que se está a fazer (o que não é o meu caso).

Mesmo uma pro (no YouTube), com um verdadeiro minhocário comercial, só tentou isso depois de anos de experiências.

Que tipo de compostagem está a fazer? Com compostador ou enterrar no solo?
Sem imagem de perfil

De Susana Neto a 03.02.2021 às 19:15

No meu caso, acho que seria realmente difícil manter as minhocas vivas. Tenho um compostor (retirei-lhe a base para facilitar a retirada do composto) que durante o verão chega a ser suficiente porque o processo de decomposição é bastante rápido. No Inverno, a decomposição é bastante lenta porque o local é muito frio e acabei por fazer uma pilha onde amontoo os resíduos que não cabem no compostor. Vou cobrindo com folhas secas e casca de pinheiro, não só para acelerar o processo, mas também por questões estéticas. Quando chegar o tempo tempo quente provavelmente vou ter que desistir da pilha, pelo mau cheiros e pelos animais que serão atraídos.
Imagem de perfil

De Descontos a 03.02.2021 às 20:56

A compostagem caseira implica espaço e tempo. É esse o meu problema.
Queria ter mais minhocas, mas não tenho onde as pôr.
Agora fala-se muito da compostagem rápida: bokashi. Mas pelo que li, também implica alguns cuidados caso contrário fica-se com uma sopa pútrida.
Ainda há dias lia um livro fantástico sobre compostagem para iniciantes com vários tipos de compostagem. Eu nem sabia que existiam tantas técnicas.
Se tem uma horta com espaço, talvez possa considerar o "dig and drop"
https://thegardeningcook.com/wp-content/uploads/2016/06/trench-composting.jpg
Mas tem sempre que esperar 1 ano, antes de poder cultivar por cima da trincheira onde enterrou a compostagem.
Sem imagem de perfil

De Susana Neto a 03.02.2021 às 21:14

Muito obrigada pela partilha! Não conhecia com este nome, mas pode ser mesmo uma opção para a minha horta. No fundo é igual à pilha, mas em profundidade, com as vantagens que daí advêm. Cultivo muito pouco, só a partir da primavera e quando tempo mais tempo (verão), mas faz-me muito bem, em termos mentais. Percebo pouco de agricultura, mas gosto imenso de ver as plantinhas crescerem. Já há uns anos, logo após ter construído a casa, coloquei tela e pedrinhas em metade da horta porque não conseguia tratar de tudo e as daninhas não paravam de crescer. Mas faço planos de quando for reformada (ainda falta bastante, feliz ou infelizmente... ) ter ali o meu passatempo e cultivar a horta na totalidade. Até lá espero aprender muito.
Imagem de perfil

De Descontos a 03.02.2021 às 21:32

Recentemente tive acesso a uma pequena área de cerca de 2-3 por metro e meio. Por aí.

Só estou à espera que pare a bendita chuva para testar o sistema "no dig" que basicamente consiste em colocar substrato/composto em cima de cartão e plantar aí.
Com o tempo, o cartão dissolve a alimenta o solo e controla as ervas daninhas.
Como o espaço é pequenino, o investimento não é muito.

Queria colocar umas aromáticas perenes e comprar uma estufa de plástico (tipo armário) para rentabilizar a área e ter uns morangos. :)

O cartão já tenho. Andei a juntá-lo de encomendas do trabalho, só preciso mesmo que pare a bendita chuva.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 04.02.2021 às 06:54

Pode dar uma ajuda colocando os resíduos na liquidificadora, ralado decompõe mais depressa
Imagem de perfil

De Descontos a 06.02.2021 às 08:43

Correctíssimo.
Eu queria cortar o cartão mais pequeno (estou a usar caixas de ovos), mas não estou a conseguir.
Sem imagem de perfil

De Inês a 03.02.2021 às 19:31

Nunca, mas nunca iria imaginar que seriam minhocas! Nunca tinha ouvido falar neste tipo de compostagem, confesso. Por aqui as cascas de fruta/legumes vão para casa dos meus sogros, que têm porcos. São a nossa compostagem.

Cristina, ouvi na rádio sobre um projeto que me pareceu interessante: a revista Dois Pontos. Uma revista educativa para miúdos entre os 7-11 anos. Fui espreitar e acabei por assinar por 1 ano para as minhas sobrinhas. Achei um pouco caro, porque estou habituada aos preços da Visão Junior, mas foi só para experimentar e variar. Fica a sugestão, pode ser que também interesse para as suas sobrinhas... mas já avisei que são carotas
Imagem de perfil

De Descontos a 03.02.2021 às 20:38

Obrigada. Não conhecia essa revista.
A primeira coisa que me chamou à atenção foi o grafismo. Eu reconhecia a ilustração de algum lado. Fui à procura da informação e confirma-se: eu já conhecia.
A Joana Estrela é fantástica e o traço dela inconfundível. Aliás, ando para comprar o Os Vestidos do Tiago, há imenso tempo.
Sem imagem de perfil

De Inês a 04.02.2021 às 12:42

As ilustrações são lindas! Pelo que ouvi, têm um ilustrador convidado em cada edição. Vou esperar que chegue a primeira, depois dou feedback.

Comentar post



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.





Calendário

Fevereiro 2021

D S T Q Q S S
123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28


Comentários recentes

  • Descontos

    Para fazer compras de propósito, não. Mas grão a g...

  • Susana

    É um valor bastante menor do que a oferta da seman...

  • Ana Pereira

    Olá, espero que encontres bem! Eu tenho usado sem ...

  • Renato Castro

    A recarga grátis tem 1 litro e o preço normal é 1....

  • Descontos

    Boa tarde.Continuo a inserir dados até alguma cois...




Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2018
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2017
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2016
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2015
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2014
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2013
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2012
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2011
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D