Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




prudence-earl-NwBx723XaHw-unsplash.jpg

Foto de  Prudence Earl - Unsplash

 

As plantas parece ser um novo objecto da moda. Primeiro eram as suculentas e agora parece que está toda a gente perdida de amores por plantas grandes e trepadeiras. 

É o tipo de "moda" que espero que se propague e dê muitos frutos.

 

Eu, que sou uma pessoa que gosta de ver, mas não tem jeito nenhum para manter plantas, aproveito para partilhar algumas dicas para que este não se torne mais uma despesa:

 

1.

Informação

Antes de investirem o vosso tempo e dinheiro em plantas/vasos/terra, informem-se sobre as plantas que pretendem manter. Não há apenas plantas de exterior e interior. Há plantas com necessidades muito específicas em termos de rega, luminosidade e até de tratamento de pragas.

 

Dou-vos um exemplo. De forma muito inocente decidi comprar uma "estrela de natal" para a minha mãe. 

Depois de uma pesquisa na internet, descobri que vai perder a folha, tem de ser podada e para voltar a dar folha/flor precisa de estar 12-14 horas por dia tapadas, a partir de Setembro.

ISTO é investimento pessoal e é o resultado de comprar uma planta que não é endógena de Portugal.

 

Por isso, recomendo que antes de adoptarem/comprarem uma planta, se informem sobre o que ela precisará durante todo o ano.

 

 

2.

Juntem-se à tribo

Há imensas pessoas (mamãs e papás de plantas) que partilham informações úteis e dicas. Aproveitem. São pessoas que vão partilhando os cuidados do dia-a-dia e consoante as estações. Por isso e apenas por isso, recomendo que privilegiem seguir pessoas de Portugal ou com condições atmosféricas semelhantes às nossas.

 

3.

Não comprem, adoptem

Já me apercebi que há IMENSAS pessoas a partilhar mudas de plantas. Há sempre amigos, primos ou afins que têm plantas a partilhar.

Se não conhecerem ninguém, peçam plantas nos grupos de doações do FB.

 

4.

Comprar com cuidado

Há plantas que, por muito bonitas que possam parecer no jardim, podem transformar-se em pragas para o meio ambiente circundante.

Pensem nos jacintos aquáticos ou na Xylella fastidiosa que está associada a várias plantas ornamentais.

 

5.

Reutilizar

Tentem reutilizar embalagens de forma a evitar comprar vasos que podem depois tornar-se inúteis. Mais uma vez, há espaço para encontrar doações de vasos em grupos de FB.

Ideias para bricolage, não faltam.

 

Os passatempos têm sempre o potencial de se tornarem um sorvedouro de tempo e de dinheiro, mas com algum equilíbrio, podem também tornar-se uma inesgotável fonte de prazer.


8 comentários

Imagem de perfil

De Felis a 24.11.2020 às 12:15

Aí está um passatempo a que dificilmente me dedicarei. Adoro vê-las mas sou um zero à esquerda a tratar de plantas (já consegui matar uma oliveira).
Imagem de perfil

De Descontos a 24.11.2020 às 12:30

Eu também não.
Estou a tentar não matar um aloé vera. Já tentei de tudo. Ainda por cima veio para minha casa tão viçoso e é de uma pessoa que já faleceu.
É muita responsabilidade.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 24.11.2020 às 16:58

Junto-me ao clube das pessoas que não sabe cuidar de plantas.
Dentro de casa só tenho duas, um lírio da paz e outra que não sei o nome, ambas fáceis de manter. No exterior tenho toda uma coleção de suculentas que foram partilhas de uma prima, sempre que me visita trás um pé. Mas dessas nem cuido...deixo-as simplesmente ali quietinhas e lá se vão auto-cuidando. Gostava de ter mais mas não me arrisco, tudo o que implica regas frequentes/mudas/podas não é para mim.
Perfil Facebook

De Vânia Patrícia Pires a 24.11.2020 às 19:23

Experimentem a espada de São Jorge que além de ser nuito resistente também purifica o ar!
Imagem de perfil

De Descontos a 24.11.2020 às 19:25

Quero imenso ter uma dessas no meu quarto, mas decidi que não posso ter uma, se o aloé vera não melhorar. :)
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 24.11.2020 às 23:53

O aloé vera precisa de apanhar luz e sol e de não ser regado quase quase nunca. É só. :)
Imagem de perfil

De Lobi a 25.11.2020 às 12:07

Eu gosto imenso de platas, tenho algumas em casa, mas algumas não resistem e morrem :(.
Obrigado.
https://ohomemlobo.blogs.sapo.pt/
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 26.11.2020 às 13:49

A minha casa é pequena e não posso ter muitas plantas. Mas tenho um vaso com Lírios da paz (tenho-a há mais de 9 anos e está sempre resistente). Tenho outra planta a Espada de São Jorge (também sempre bonita). Não perco muito tempo com elas, e estão bem bonitas.. Uma casa sem plantas fica muito despida...
Lucia

Comentar post



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

301





Arquivo

  1. 2023
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2022
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2021
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2020
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2019
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2018
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2017
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2016
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2015
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2014
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2013
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2012
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2011
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D