Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Senti que ontem, dei um passo muito importante. 

 

Era fácil comprar:

 

- estava na loja por causa de outro compromisso perfeitamente justificável

- o objecto tinha utilidade

- o objecto tinha uma excelente desculpa para ser adquirido: iria ajudar-me na organização

- o objecto tinha o potencial de ser partilhado

- o objecto tinha dois modelos bastante em conta: €9,00 e € 19,00

- eu queria mesmo muito o objecto

 

Mas na verdade, aquele grilinho não parava de dizer:

 

- a utilidade é finita: há um limite para a quantidade de objectos que podes etiquetar numa casa

- a utilidade é subjectiva: há muitos outros métodos ( que já tenho disponíveis ) para fazer etiquetas (nomeadamente outras etiquetas maiores compatíveis com a impressora)

- provavelmente as potenciais partilhas não seriam concretizadas por falta de interesse (nem todos acham tanta piada a etiquetadoras como eu)

- a etiquetadora vinha com etiquetas demasiado coloridas fazendo com que tivesse de comprar fita para etiquetas a preto e branco e como é óbvio a que eu gostava era a mais cara

- cada fita adicional custava €13,00

- era mais um objecto para arrumar numa gaveta, parado, durante meses, senão anos!

 

Seria mais um brinquedo para adicionar àqueles que quero tirar de casa. Mais uma despesa a somar ao factor latte. Uma despesa desnecessária, mais motivada por consumismo que qualquer outro impulso. Mais um objecto inútil.

 

Eu não comprei uma etiquetadora. Não porque não pudesse dispender dos €10.00, mas porque dei um passo noutra direcção. E tudo começou porque pensei antes de comprar. Parece simples mas não é, pois não?


2 comentários

Sem imagem de perfil

De Ariana a 01.03.2012 às 08:26

Nada simples! Mas conseguir fazer uma \"pause\" no exacto momento e arrazoar com o nosso lado emocional é excepcionalmente libertador! Todos precisamos conseguir desenvolver esta habilidade! Bom post!
Cumprimentos, Ariana.
Imagem de perfil

De CristinaS a 01.03.2012 às 10:47

Ariana,

obrigada por esse comentário iluminado.

É precisamente isso: aquilo que consumimos tem muito de emocional e o que fica, do vencer essa batalha, é precisamente esse momento libertador.

Comentar post




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Calendário

Fevereiro 2012

D S T Q Q S S
1234
567891011
12131415161718
19202122232425
26272829


Comentários recentes

  • Anónimo

    Sou nova nestas andanças, mas depois de experiment...

  • Anónimo

    Instalei há pouco tempo esta aplicação e tenho gos...

  • Anónimo

    Comprar frutas e legumes na Phenix App compensa im...

  • Anónimo

    Já utilizei algumas vezes e não desilude!

  • Descontos

    Poucas, infelizmente, mas tenho visto acrescentos,...




Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D