Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Olá! 


Para quem tem filhos prematuros, recém-nascidos ou de baixo peso a melhor opção de fraldas passa pela compra de fraldas marca Libero cujo preço ronda os 4,68€ o pacote com 28 fraldas ou Fraldas Chicco , tb 28 por €5,50€.

 

A maioria opta pelas Dodot recém-nascido que com a mesma quantidade custam o dobro.

 

As fraldas Libero ou Chicco vende-se nas farmácias ou parafarmacias. As mais baratas encontram-se ma farmácia Sa da Bandeira (com loja online) e na parafarmacia do Jumbo do Arrabida Shopping e na farmácia do mesmo shopping.


Já agora as fraldas são muito boas . Têm tb tamanhos grandes.

 

Bjs

 

Poupanças & Companhia 


E daqui sai uma beijoca muito especial para a Poupanças & Companhia. (agora acompanhada de 3 rebentos).

Tags:


19 comentários

Sem imagem de perfil

De mãe a 07.02.2013 às 12:09

Repare, para meter as coisas via net, ainda não precisa da prescrição médica - e digo ainda, porque se pretende que todas as facturas da farmácia sejam passadas com o nif respectivo o que implica que seja uma despesa já pré-preeenchida, no futuro. Garanto-lhe que, em caso de fiscalização, vai precisar da prescrição médica... o que por vezes acontece é que, quem o fiscaliza sabe que, à partida, certos medicmanentos que têm só 6% de IVA não deveriam ser vendidos sem receita médica, por um lado... por outro, o facto de serem comparticipados pressupõe a existência dessa mesma receita, senão o utente teria pago a totalidade, ainda que com 6% de IVA, daí que se facilite quando o contribuinte não trás a receita... mas olhe que a regra é com receita (ass. funcionária das finanças :/ )
Sem imagem de perfil

De Fernando Jorge a 07.02.2013 às 12:32

Bom... com estes argumentos.... principalmente o último... fico sem poder contra-argumentar. ;)


Estou a ver que estava com um pressuposto errado.
Obrigado pelos esclarecimentos!! :)
Imagem de perfil

De Descontos a 07.02.2013 às 12:34

E aqui está, serviço público.
Fico-lhe muito agradecida pelo esclarecimento. Até eu aprendi com essa.
Sem imagem de perfil

De mãe a 07.02.2013 às 12:48

é que o problema reside no facto de, caso se seja fiscalizado, além de eventualmente haver a repôr dinheiro recebido a título de reembolso indevido, há uma pequena multazinha.... são só 125€ ;) , por termos estado a prejudicar o Estado durante o tempo de tivemos a usufruir de um benefício a que não tínhamos direito... e isto independentemente de o valor do reembolso se alterar um cêntimo ou uns milhares de euros... desde que a correcção dê menos reembolso, da multa ninguém os safa... e é dolorosa. No caso particular das fraldas, posso garantir-vos que NÃO entram NUNCA para IRS... Já com os leites, há por aí uma informação vinculativa do meu patrão que admite a dedução dos leites especiais para intolerantes à lactose mas SEMPRE acompanhados da prescrição médica... daí esta chamada de atenção... antes de entrarem com qualquer despesa telefonem lá para as simpáticas colegas do call center ou vão ao site das finanças, separador da legislação e tentem informar-se o melhor possível... as fiscalizações tendem a aumentar... :/
Sem imagem de perfil

De Fernando Jorge a 08.02.2013 às 00:02

Cara Mãe...

Sem querer fazer disto um consultório fiscal vou tentar abusar um pouco mais da paciência e do seu discurso claro para ver se aprendo mais qualquer coisa.

Usando o meu exemplo... como é que faço em declarações de anos passados em que declarei pensos para o nariz, Lisaspins e Ilvicos tendo só a factura e sem a prescrição médica?
Sem imagem de perfil

De mãe a 08.02.2013 às 00:24

Não fazes nada... deixas-te estar muito quietinho porque se não foste fiscalizado até à data, muito provavelmente, já não serás... ainda que a Administração Fiscal disponha de um prazo de 4 anos para pedir aos contribuintes que documentem as despesas apresentadas, por exemplo...ou, podes fazer uma simulação retirando o valor dessas despesas e, caso não haja alteração do reembolso (para menos) a que tiveste direito ou do montante de imposto devido (para mais) podes submeter uma declaração de substituição, a todo o tempo - uma vez que será, em princípio favorável, ao Estado - com os valores corrigidos. Caso se verifiquem as distas alterações de montantes, bem, já sabes, conta com a coimazita... :)
(não é abuso, podem perguntar que se eu souber respondo... prefiro "aturar-vos" aqui, do que com processos em cima...)
Imagem de perfil

De Descontos a 08.02.2013 às 11:17

Não imagina o quanto lhe fico agradecida por esta série de "conselhos".
Imagem de perfil

De Descontos a 07.02.2013 às 12:35

Mãe,

e como anda a situação das fraldas de incontinentes, sabe? Eu sabia ao tempo da minha avó, mas a informação está desactualizada em mais de 10 anos.

Sei que muitos beneficiariam desse esclarecimento.
Sem imagem de perfil

De mãe a 07.02.2013 às 12:55

Repara... a ideia é que só entra o que não pode ser substituído por outro dispositivo não médico... ora as fraldas, seja de incontinência seja para bébés, podem, na teoria do meu patrão, ser substituídas... por fraldas de pano, por lavagens constantes, por rabinhos ao léu... enfim, não podem, não é... mas não, não entram as fraldas para incontinência... faço aqui a ressalva, por exemplo, para aquelas pessoas com graus de dependência devidamente atestados com certificados de incapacidade de muito perto dos 100%... aqui, e sempre dependendo muito de quem os fiscaliza, há quem perceba que é humanamente impossível passar sem fraldas...mas arranjem, mesmo nesses casos, quem vos prescreva médicamente esse "equipamento" como salvaguarda, quer para vocês, quer para a desgraçada da funcionária que vos fiscalizar... ;)

Comentar post




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Calendário

Fevereiro 2013

D S T Q Q S S
12
3456789
10111213141516
17181920212223
2425262728


Comentários recentes

  • Descontos

    Recomendo que procure um grupo de doações na sua á...

  • Descontos

    Recomendo que procure um grupo de doações na sua á...

  • Descontos

    Verdade.Mas também há muita alegria e amor.Quando ...

  • Anónimo

    Bom dia, confesso que já recolhi muita coisa do li...

  • Beh

    O grande problema desses grupos de doação é que há...




Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2011
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D