Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Desde o primeiro momento que referi que este blog é, acima de tudo, um instrumento no meu percurso de auto-responsabilização financeira. Pela primeira vez (em 5 anos da aquisição da viatura) tentei perceber quanto gastava por mês em gasolina; fiz a média de pagamentos com cartão de débito no meu hipermercado habitual, para aferir quanto gastava mensalmente; passei a guardar numa caixa os talões de compras para fazer um inventário das minhas despesas. Este último ponto está por concluir.

 

Aferi que gastava cerca de €175 mensais em compras no hipermercado. Esse é o valor para uma pessoa, se anular as vezes que cozinho para a família com as que esta cozinha para mim. Inclui livros a que não resisti, ofertas de Natal e aniversários.

 

Então como chegar ao meu orçamento? 

 

Faço as contas, começo a ler outros blogs e concluo que é demais. Não sei quanto deverá ser o meu orçamento e depois de ler alguns blogs concluo que, neste momento, é mais importante o percurso que o objectivo. Ou seja, é mais importante que chegue a um orçamento que o estipule sem nexo para depois concluir que não é realista. Porque o que desejo é interiorizar hábitos continuados de poupança.

Concluo ainda que é um valor que tem de ser acertado. Eu fiz um stock, mas mais cedo ou mais tarde este terá de ser reposto. Como tenho tudo bastante bem fornecido (do congelador ao armário), as compras nestes próximos tempos são quase limitadas aos frescos e produtos para stock (que têm sido poucos).

 

Por isso, começo de fresco: tenho €36.00 de crédito em Cartão Continente (um mimo por me portar bem). A este valor vou aditar €100.00. Será esse o meu primeiro orçamento mensal: €136.00/1 pessoa

 

O que está incluído:

géneros alimentares

géneros não alimentares: higiene, limpeza, cosmética, casa (por exemplo utensílios para a cozinha)

 

O que não está excluído, apesar ser hábito comprar no hipermercado, mesmo que raramente:

vestuário

brinquedos

livros, revistas ou jornais

itens para o carro

material escolar e economato

 

Ocorreu-me que o que está excluído poderia determinar crédito no Cartão Continente e nesse caso terei de retirar esse valor do orçamento. Mais uma razão para não adoptar o sistema do envelope (colocar um envelope com o valor em orçamento e só pagar apenas daí).

 

Tenho consciência que os €136,00 (que descerão para 100,00 em Março) poderão ser demais para Fevereiro. Mas tenho de começar em algum ponto. E 100.00/mês são cerca de €25.00/semana - ocorre-me um bocado de peixe leva logo metade do orçamento. São contas que ainda não consigo fazer, daí a importância de as fazer.

 

Dos valores poupados apenas reterei €20.00 mensais para stock. Assim, se houver uma grande oportunidade, posso usar esse dinheiro.

 

Voltarei aos domingos para mostrar as contas. Se não o fizer, façam-me o favor de vir cá puxar-me as orelhas.

 

E assim começa:

Orçamento mensal (Fevereiro) - € 136.00


15 comentários

Imagem de perfil

De CristinaS a 01.02.2012 às 14:03

Sinceramente, eu tentei fazer o óbvio: durante um mês tomar nota de tudo que gastava. Pois sim, mais fácil dizer que fazer.
Se ainda não fizeste as contas, sugiro que comeces como comecei:
- guardar talões (colocava tudo numa caixota lá em casa)
- pagar gasolina, telemóvel e outras contas fixas sempre pelo multibanco (assim consigo ver tudo no extracto, sem andar ao papel)

Depois de um mês, começar a olhar para aquilo. Tenho o problema de registar aquelas coisitas pequenas que no fim do mês são muito: café, lanchinho etc. Não consegui fazê-lo. Acho que vou tentar ter um pequeno porta moedas para coisas pequenas e colocar lá uma espécie de mesada/semanada. A verdade é que imagino uma série de trocas com esse sistema (por exemplo, compro uma alface no mercado e estou feita).

Acho que por agora, fico-me pela "mercearia" (com os géneros que indiquei) e pelas despesas maiores: bebidinha para o carro, luz, telefone, net...

Começo a pensar que é melhor desenvolver isto em post ;)

Em suma, Roma não se fez num dia, nem vou fazer num mês o que evitei durante anos. Esse é o caminho para desistir quando os obstáculos se amontoarem.

Por isso, começa pelo início:
1º) se tiveres extractos bancários do ano passado, tenta recolher dados daí e faz médias mensais.
2º ) reutiliza uma caixa de cartão qualquer (cereais ou afim) e despeja lá os talões do mês.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 01.02.2012 às 14:09

...Pois... obrigada, vou tentar. A pena é que como já estou em modo "poupança", não vou conseguir ver a "mudança drástica" do "antes" e "depois", mas sim, posso tentar ver através dos extractos bancários... Sei lá... Mas obrigada pela resposta!! Mar. PS: Já experimentaste tirar fotos aos talões com o móvel? Penso que pode ser mais prático para os casos de lanchinhos, cafés, etc, do que estar a anotar. Assim dp no fim do dia estão lá as fotos guardadas e é só tirar os dados... Sei que há quem faça isso.
Imagem de perfil

De CristinaS a 01.02.2012 às 14:14

Mar,
amanhã vou mostrar-vos as minhas contas. Também tenho consciência que não verei o antes e o depois. Mas a verdade é que se começares a poupar vês o depois quando o salário começa a ficar mais folgado.
Imagem de perfil

De CristinaS a 01.02.2012 às 14:16

A ideia de tirar a foto com o móvel é fantástica.
Sem imagem de perfil

De Marta a 01.02.2012 às 22:01

Vou contar-vos como faço, espero que ajude...embora tambem esteja na luta e este blog me tenha ajudado já bastante.

Acedo ao meu banco na internet e posso exportar o extracto para excell. No excell acrescento 2 colunas à frente do extrato uma com o mês (pq os movimentso são ao dia) outra descrição por movimento com: Alimentação, Prestação, Combustivel, Telemovel, etc.
Depois faço uma tabela dinamica/pivot table (posso explicar como, é 1 minuto) e assim vejo sempre quanto gastei por mes em cada rubrica.
Actlualizo a tabela todas as semanas porque não demora nada e assim não ando com talões. Tento pagar tudo com Multibanco para identificar melhor as despesas.
Em Janeiro gastei cerca de 160€/2 pessoas em alimentação (aqui tb esta a higiene), no ano passado andava nos 200€ e tal, por isso aindam venho esperança de em alguns meses chegar perto dos 100€ ora se ando a aproveitar tantas promoções, alguma coisa tem que dar. Só agora nestes reembolsos em cheques que tens divulgado já aguardo mais de 20€ (consigo pedir por mim e pelo meu marido), algum efeito tem que fazer, pois são coisas uteis que compraria.

Obrigada pelas tuas dicas mais uma vez.
Imagem de perfil

De CristinaS a 01.02.2012 às 22:40

Excelente estratégia!

Que pena que o meu homebanking não dá para isso ;(

Mas mesmo assim acho que preciso dos talões. Há coisas que compro no continente que são extras: coisas para o carro, umas peças de roupa para as sobrinhas, etc. Sem os talões ficava tudo misturado.

Dividir por sector: alimentação/higiene/limpeza, etc será para o futuro ;)

Mas é satisfatório começar a ver as mudanças não é? Eu tenho sentido maior controle sobre a situação. Não é pagar e olhar para o saco incrédula. Sei o que gasto.
Sem imagem de perfil

De Marta a 02.02.2012 às 22:11

Eu tenho casa propria à pouco mais de 1 ano e desde entao comecei logo a fazer este controlo e nos ultimos meses já noto algumas diferenças, mas tambem é desde à pouco mais de um ano que somos bombardeados com a "crise".
No entanto, a viver com outro pessoa nem sempre é facil porque o controlo não depende só de nós.

Continua... eu vou continuar a seguir-te porque também me ajudas.

Comentar post



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.




Arquivo

  1. 2023
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2022
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2021
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2020
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2019
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2018
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2017
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2016
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2015
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2014
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2013
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2012
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2011
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D