Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Ver aqui

1 (407).JPG

Ver aqui

2 (193).JPG

Ver aqui

3 (113).JPG

Ver aqui

4 (79).jpg

Ver aqui

5 (53).JPG

Sempre que possível, tentei poupar sem sacrificar aquilo que gostava, embora isso nem sempre seja possível ou até realista. 

 

É verdade que deixei de ir ao cinema com frequência, isso foi um sacrifício consciente. É uma das coisas que sinto falta: ir mais vezes ao cinema.

 

Por isso, activamente faço a rubrica "cinema em casa" para me recordar que ainda há muitos filmes que não vi e que posso ver a custo zero. Também posso pagar um mês de uma plataforma de conteúdos online (por exemplo se estiver de férias), quase o valor de um bilhete.

E se quiser mesmo, posso comprar um MeoCard que me permite ter crédito no videoclube sem ser cliente.

 

Em suma, tendo colmatar o sentimento de privação, procurando alternativas mais económicas. 

 

Outro exemplo são os meus queridos livros.

 

Porque precisei de poupar, procurei alternativas para os livros novos a €20. Passei a comprar mais livros usados, primeiro em portais de venda de usados, como novos e a metade do preço, depois em alfarrabistas onde estavam ainda mais baratos e finalmente em lojas solidárias onde os compro a um preço irresistível.

O resultado é que nunca tive tantos livros em toda a minha vida, nem quando tive dinheiro para o fazer. A minha biblioteca está cada vez mais rica e já ultrapassa os 500 exemplares. E isto aconteceu quanto comecei a poupar.

 

Também nunca teria podido ter recheado as estantes das minhas sobrinhas, não fossem as oportunidades que encontrei em lojas solidárias.

 

Ou seja, ao tentar poupar, acabei por encontrar forma de aumentar exponencialmente o meu consumo.

 

Nem sempre uma vida de poupança é sinal de sacrifício. Frequentemente é apenas saber gastar os nossos recursos de forma mais estratégica.  



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Calendário

Outubro 2018

D S T Q Q S S
123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031


Comentários recentes

  • Anónimo

    Eu por vezes vejo os depreciados no Continente e n...

  • Descontos

    É uma boa lógica. Nestes primeiros tempos, há cuid...

  • m-M

    Também recorri aos take-aways e entregas. E lá, es...

  • m-M

    Eu voltei este sábado a fazer uma refeição fora, c...

  • Ana

    Olá 😊 Eu tenho aproveitado o facto de muita gente ...



subscrever feeds


Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D