Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Frequentemente, nas nossas compras, temos de fazer escolhas, preço vs. qualidade, é uma dessas escolhas. Será inevitável considerar que - no que respeita a frescos - o produto biológico será sempre a melhor opção. 

 

Todavia, a generalidade das pessoas não terá como comprar apenas produtos biológicos, já que o seu preço é bastante superior aos restantes. Ficamos assim sujeitas/os a pesticidas, adubos e demais produtos.

 

Acresce, acredito que - num sistema em que o controlo dos bens alimentares existe - as vantagens de uma alimentação rica em vegetais e fruta, ultrapassam os riscos de resíduos de pesticidas. 

 

Apenas encontrei dados europeus, reportando-se a análises de 2010 pela EFSA (Autoridade Europeia de Segurança Alimentar), mas provavelmente os mais recentes não divergir em muito.

 

De entre os produtos (frutos/vegetais/cereais) com maior percentagem de resíduos que ultrapassavam os limites máximos legais, estão:

  • aveia
  • alface
  • morangos
  • pêssegos
  • maçãs
  • peras
  • tomates
  • alho francês
  • repolho
  • centeio

 

É habitual encontrarem publicações denominam estes produtos por produtos sujos, querendo com isso dizer que são aqueles com maiores concentrações de produtos químicos.

 

Para ficarem com uma ideia, no referido relatório foram encontrados:

  • 328 tipos de pesticidas diferentes em vegetais
  • 301 tipos de pesticidas diferentes em frutas e frutos secos
  • 88 tipos de pesticidas diferentes em cereais

Não quero, todavia, ser alarmista. Em 97,2% das amostras analisadas, os valores estavam abaixo dos limites legais. E a probabilidade estatística aponta que, quando os limites são ultrapassados, isso é mais provável acontecer em produtos vindos de fora da União Europeia (7,9% contra 1,5%).

 

Outro resultado interessante está relacionado com os produtos que reúnem em si múltiplos resíduos químicos/pesticidas:

  • 62,8% dos citrinos;
  • 60,5% dos morangos.

Sem prescindir que este post trata apenas de frutos e vegetais, não resisto a contar que 95,7% das amostras de fígado possuíam 2 ou mais pesticidas.

 

 

Mas, também é necessário ter cuidado com a veracidade da denominação "biológico". Com efeito, 131 pesticidas diferentes foram encontrados em produtos ditos biológicos. E desses, 25 nem são admitidos na produção biológica.

 

Não desejo de todo fazer aqui a apologia do produto biológico para todas as panaceias. Comam bem, dentro das vossas possibilidades finaceiras.  Mas não resisto a lançar à discussão e talvez desafiar a que, por exemplo, plantem as vossas alfaces e morangos.

 

Sabiam que existe uma "alface de inverno"? Eu tenho comido alface caseira todas as semanas (sem estufas). 

 


16 comentários

Sem imagem de perfil

De Silverio Branco a 31.01.2015 às 18:41

Boa tarde, acerca da sulfatação dos citrinos não é realmente assim. Eu sou produtor biológico há 13 anos e nunca sulfatei os meus citrinos e posso dizer que colho 95% da produção. Apenas a mosca da fruta contribui para destruir esses 5% restantes. A laranjeira se for bem adaptada ao nosso clima resiste às invernias sem qualquer problema. Possuo laranja da baía e de exportação e não tenho qualquer problema. Poderei falar, por vezes, na cochonilha mas é fácil de evitar. O agricultor se conseguir, junto dos organismos que têm orientação biológica ou junto de um agricultor bio, apoio verá que não necessitará em absoluto de qualquer produto químico de síntese. Assim como poderá fabricar o seu próprio fertilizante. A sua horta adquirirá vida e concluirão após várias experiências que os químicos de síntese não são mesmo necessários.

Comentar post



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.





Calendário

Janeiro 2014

D S T Q Q S S
1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031


Comentários recentes

  • Anónimo

    O Arrábida Shopping está com uma promoção de vales...

  • Anónimo

    Até mete raiva

  • Lurdes

    Também já recebi o reembolso do mel.

  • Anónimo

    Promoção mesmo.boa de arroz é no Minipreço o de ma...

  • Anónimo

    Mas que rica ideia😁




Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2011
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D