Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



DSCF1035

Recentemente, deparei-me com um pano de cozinha muito danificado (malha do tecido a abrir). Mas como é um material muito absorvente, decidi aproveitar para fazer uns panos para limpar superfícies na cozinha.

 

Cortei em 4, dobrei e costurei (do avesso) de forma a ficar com um pequeno pano muito prático e absorvente. 

 

Há muito tempo que raramente utilizo rolos de papel. Na verdade, a utilização é tão pouca, que começo a pensar que ainda os tenho mais por hábito. Só uso em situações extremas, em que o produto a limpar iria inutilizar o pano de limpeza.

 

Já agora, fica a minha opinião que não há produto nenhum, que seja mais "sustentável" que não desperdiçar aquilo que já temos.

Deitar fora o velho (ainda útil) para substituir por uma versão "verde" não é sustentabilidade. 

Autoria e outros dados (tags, etc)

1

Estou com um problema: na lavandaria automática eu não consigo controlar o detergente utilizado. Com o tempo, comecei a sentir que os atoalhados de banho não estavam a absorver a água, quando me limpava.

Fiz umas pesquisas na internet e encontrei este artigo que sugeria a utilização de vinagre e depois bicarbonato de sódio. Testei a fórmula:

1º lavei 1 atoalhado em água com vinagre;

2º depois lavei-o em água com bicarbonato de sódio.

 

Eu desconheço a "química" por detrás da "receita", mas pelo que fui lendo, a ideia é que o vinagre irá remover resíduos de detergente e amaciador e o bicarbonato de sódio irá neutralizar (ph) a acidez do vinagre. 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Este é o espaço debaixo da minha banca da cozinha. Sem filtros, sem arrumar (o balde do lixo foi lavado no final desta semana) e com manchas de uma infiltração de água.

 

DSCF0030.JPG

 

As toalhitas que ali andam não são utilizadas há tantos anos que até duvido que não estejam todas secas. Na última vez que meti ali a mão saiu-me uma embalagem vazia e eu pensei tenho de arrumar isto. Nota mental: tenho de arrumar aquilo.

 

14686084_bJGsi.jpeg

Esta semana, terminei a última garrafa de detergente de limpeza geral que tinha em stock.

 

Por isso, os meus produtos de limpeza estão reduzidos a:

- detergente para pedras caseiro (embalagem amarela, na foto);

- lixívia, álcool, água oxigenada e bicarbonato de sódio;

- vinagre de limpeza (só encontrei no Pingo Doce, mas já há da marca branca);

- lava loiças;

- limpa vidros (confesso que não uso, o frasco tem anos);

- limpa madeiras (comercial).

DSCF0031.JPG

 

A garrafa grande fica na cozinha e a pequena na casa de banho.

O conteúdo é o mesmo: detergente caseiro, embora possa colocar um pouco de lixívia no da casa de banho, mas nesse caso só o utilizo na sanita. Aproveitei esta embalagem, precisamente porque gosto do "bico" que me permite dirigir o detergente para as áreas de difícil acesso da sanita. 

 

Noutro armário tenho os detergentes comerciais de lavar o chão de madeira. Três garrafas de 2L por enxertar, o que está directamente relacionado com o número de vezes que lavo o chão de madeira com detergente... no comments, please.

 

Uma garrafa de vinagre de limpeza dá para litros de detergente caseiro. Longe vão os tempos em que, por vezes, tinha de arrumar os diferentes produtos de limpeza (com diferentes utilidades), para poder fechar a porta, porque algo estava na zona do balde do lixo.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Vestuário

 

Se lêem o Diário das Minhas Finanças Pessoais já conhecem o meu stock de 7 calças de ganga usadas, mas novas para mim. 

As que foram compradas, nenhuma custou mais que €1.00, em lojas sociais. Outras, troquei por coisas que não necessitava; custaram o que gastei em correios para enviar a troca, se esta não foi em mãos.

Esta última semana recorri a ele para procurar umas calças mais largas, porque aumentei de peso e algumas calças passaram ao estatuto de "desconfortáveis".

É que dependendo do modelo, eu ando entre o 40 e o 42. 

E assim continuo com o meu objectivo de não comprar vestuário (apesar da compra de €3.00 que fiz em Julho). Este ano, gastei apenas €3.00 em vestuário (auto-palmadinha nas costas). 

 

Saúde

Vou ser honesta, andava distraída porque quando comecei a dar sangue, não havia benefícios. Na verdade, não me preocupei em buscar mais informação; ouvi falar em taxas moderadoras e associei a consultas no posto de saúde. 

Só esta semana percebi que também não pagava taxas moderadoras em exames. Ou seja, pelas minhas contas, só este mês vou poupar mais de 20 euros em taxas moderadoras diversas. 

 

 

 

E no caso de vos interessar: as minhas mamas estão muito bem, obrigada. 

 

É uma vergonha que, tendo acesso facilitado à saúde e tendo que fazer o exame de seis em seis meses, tenha deixado passar quase dois anos, desde a última ecografia mamária. É tentar o destino, e já me tinha prometido que não voltaria a facilitar com a minha saúde. 

Quando vejo algumas pessoas a lutar com cancro, sinto-me muito culpada. Ter saúde e não cuidar dela, é um desperdício.

Por isso, - homens incluídos - façam o favor de fazer o vosso exame mamário, ok?

Pela vossa saúde. 

 

Na cozinha 

DSCF2134.JPG

Como vos disse na quinta-feira passada, estive a encher o congelador com carne e peixe, em cru ou pré-preparado para umas refeições rápidas. Até ao final do mês, é só comprar alguns legumes, frutas e ir gastando. 

Também tenho feito pão e iogurtes caseiros

 

Reutilizar

 

Foi convosco que aprendi a reutilizar o papel dos sacos de pão da padaria, para absorver óleo de fritos. A quem me deu a dica, obrigada.

DSCF2133.JPG

Por falar no tópico, é praticamente só para absorver gordura que utilizo papel absorvente de cozinha. As limpezas fazem-se com panos diversos. 

Há meses e meses que não compro rolos de papel de cozinha.

Deixo a nota (para mim) que neste momento tenho 6 rolos por utilizar (já não me recordo desde quando). É que tenho curiosidade de saber quanto tempo me duram. 

 

Continuo a congelar em frascos, em vez de sacos de congelação. Aqui está meia couve coração, já cortada em juliana, para uma sopa.

DSCF2140.JPG

Outro aproveitamento que tem sido de utilização diária é o que faço com bocaditos de papel. Os meus mini-livros de rascunho são a barreira perfeita, entre mim e uma folha branca. 

DSCF2146b.jpg

 

 

 

* A utilização da expressão "minhas mamas" no título foi intencional. Se a curiosidade vos trouxe aqui e vos levou a pensar na vossa saúde, o objectivo foi cumprido. Se foi outro tipo de curiosidade, não quero saber.

Cá entre nós, vou divertir-me a ver o número de visitas para este post.  

Autoria e outros dados (tags, etc)



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Calendário

Novembro 2017

D S T Q Q S S
1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930


Comentários recentes

  • Anónimo

    Mesmo, estou farto de trabalhar para aquecer....

  • Descontos

    É verdade e não é só aqui. Os impostos que nos são...

  • Moralez

    Um vergonha os impostos q pagamos!!!!

  • Descontos

    Não morres tão cedo.Estava precisamente a pensar.....

  • Anónimo

    eu prefiro comprar em vaso, fica quase no mesmo pr...




Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D