Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Antes de mais, umas notas: o puzzle é meu, foi comprado com o meu dinheiro, não conheço ninguém da mesaboadgames (pelo menos acho que não) e a opinião também é minha. Vale o que vale.

puzzle (5).JPG

Não sei quanto a vós, mas eu ADORO puzzles e não perco uma oportunidade para os adquirir (nas trocas) ou oferecer. Este foi comprado há bastante tempo numa daquelas acumulações malucas. Ofereci os de Portugal e fiquei com o da Europa cá em casa. 

puzzle (3).JPG

puzzle (4).JPG

O puzzle tem 346 peças e é anúnciado para maiores de 6 anos. Digo-vos já que esta quarentinha viu-se grega para o terminar. Já agora, a Grécia fica entre o Mar Iónico e o Mar Egeu. ;)

 

A minha dificuldade prendeu-se com dois factores: o tipo de peças e a minha ignorância de geografia.

 

Fico-me pelo tipo de peças que fazia com que a movimentação de partes do puzzle, para unir, fosse muito complicada. Muitas das peças não encaixam entre si, ficam só encostadas. Se tivermos de puxar uma secção para encaixar noutra, sai tudo do sítio.

 

Porém, para reforçar conhecimentos geográficos, é um excelente desafio. Mas não acredito que seja uma boa solução para uma criança de 6 anos.

 

puzzle (6).JPG

 

 

Uma das dificuldades de ter um puzzle com peças que não encaixam, é na utilização de tapetes de puzzle (o meu é caseiro). Quando voltei a desenrolar, foi este o resultado:

puzzle (1).JPG

 

Numa nota positiva, a empresa é portuguesa.

Autoria e outros dados (tags, etc)

É-me impossível não escrever o mau pressentimento que o dia de hoje me provoca.

O terramoto em Itália, vem reavivar as minhas preocupações, relativamente às intenções do Governo Português de concessionar a extracção de petróleo e gás natural ao longo da nossa costa, nomeadamente na costa algarvia. 

Estando Portugal numa zona sísmica de relevo (estamos junto à fronteira entre as placas euro-asiática e africana), parece-me que o facturamento hidráulico (que inclui injecção de ácidos nos solos) é um risco demasiado elevado. Temos governantes tão irresponsáveis que arrisquem incontáveis vidas humanas em troco de dinheiro fácil?

 

 

Sugestão de leitura: 

How Human Activity Is Causing Earthquakes Across the United States

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Cara Sra. ou Sr. Vileda,

 

Começo por desejar que estejam a ter boas festas e assim continuem pelo novo ano.

 

Sou consumidora há muitos anos da vossa marca em produtos diversos, mas confesso que não conhecia o esfregão Vileda Vitrocerâmica. Utilizei-o hoje para limpar o fogão da confusão que é uma cozinha em período natalício e fiquei francamente impressionada. Estava com muitas dificuldades em limpar aquelas manchinhas residuais que não saem com a espátula porque não são propriamente resíduos e implicam que esfregue um material em que não se recomenda a utilização de abrasivos.

 

Por isso, quando hoje utilizei o vosso esfregão, nomeadamente o lado abrasivo que é muito mais suave que todos os demais que vi até agora, fiquei estupefacta com a rapidez com que as tais manchinhas desapareceram com uma ou duas passagens. Há muito que um produto não me surpreendia desta forma.

 

Eu sou uma consumidora muito crítica. Se o produto não funciona ou funciona aquém do que anuncia, sou bastante pronta na declaração desse facto. Ser uma consumidora honesta terá necessariamente de implicar o oposto: fazer a declaração quando o produto impressiona positivamente, como aconteceu no vosso caso.

 

Faço esta declaração publica porque julgo ser de recomendar o produto como carote (em relação aos sucedâneos), mas que poupa tempo na tarefa de limpeza. Julgo que beneficiariam muito de uma produção do tipo "experimente grátis" em que reembolsavam o valor do produto comprado. Uns vales de desconto também não seriam mal vindos.

 

Reitero os votos de boas festas e despeço-me com os meus melhores cumprimentos.

 

A vossa consumidora

 

 

NOTA: Este texto não foi encomendado nem patrocinado. Não recebi qualquer produto para testar ou proposta nesse sentido. Não conheço (tanto quanto sei) ninguém que trabalhe na Vileda ou associado à Vileda. Este texto é somente uma opinião pessoal sobre uma experiência pessoal com um produto.

Autoria e outros dados (tags, etc)



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Calendário

Novembro 2017

D S T Q Q S S
1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930


Comentários recentes

  • Anónimo

    Mesmo, estou farto de trabalhar para aquecer....

  • Descontos

    É verdade e não é só aqui. Os impostos que nos são...

  • Moralez

    Um vergonha os impostos q pagamos!!!!

  • Descontos

    Não morres tão cedo.Estava precisamente a pensar.....

  • Anónimo

    eu prefiro comprar em vaso, fica quase no mesmo pr...




Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D