Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Um pequeno almoço com sopas de pão, com as laterais de crosta do pão caseiro que fica sempre para o fim.

 

Uma marmita para o trabalho. Uma "receita" inspirada numa dica do David: um estufado de grão de bico (2 latas), porco (2 lombinhos) e acelgas(q.b). Mas também tomate (1 lata), curgete (1) e alho francês (q.b).

 
WP_20161022_001.jpg

No final, fiquei com algumas doses para congelar.

WP_20161022_003.jpg

 

Como tenho estado adoentada, ter estas e outras mini refeições congeladas, tem sido uma enorme ajuda. Esta semana já comi empadão de legumes, esparguete com carne de peru picada e outros mimos que ainda tinha no congelador.

 

Vou passar na biblioteca pública. Tenho 3 livros para entregar. A minha impulsividade em comprar livros anda bastante controlada. Ajuda imenso começar a fazer listas de livros que quero ler, de entre os que vejo nas prateleiras da biblioteca. São tantos, que não teria tempo para mais nada.

 

Porém, este mês quebrei um dos meus objectivos de não comprar livros em 2016, e não resisti a gastar €2.00 num livro que há muito procurava, mas que já não é editado. 

 

Este mês vendi €101 de tralhas no OLX (claro que tenho de descontar despesas de envio). Ainda falta fazer essas contas. 

 

Ontem fiz dois remendos em roupa da minha mãe. Não comprei o que não precisava só para fazer o mínimo para as miniaturas do Lidl. Tenho 3 livros da minha estante, em cima da secretária, para ler o que tenho. Já montei os cadernos, que serão para os próximos meses, para a  minha agenda DIY; só falta cortar o excesso de papel na guilhotina. 

 

Agora vou trabalhar. Porque na verdade, é um dia como os outros.

Boa semana.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 07:54

Na caixa do meu contador da eletricidade colei a parte da factura com as informações para dar a leiitura do contador: número de telefone e código de identificação local. Tem também o número de contacto para avarias, que é sempre útil. 

 e2.JPG

Desta forma, é muito prático dar a contagem e evitar as malditas estimativas que são sempre superiores ao consumo efectivo. 

e1.JPG 

Já agora, as minhas estimativas são feitas em relação ao consumo no dia 14 de cada mês. As vossas também?

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:00

Há cerca de três anos tinha dívida de crédito pessoal em cartão de crédito, estava na iminência de ficar desempregada e a viver numa casa a meter água pelo telhado e com o chão a apodrecer. 

 

No dia em que criei o Descontos, tudo mudou. Passei a zelar pelo que ganhava, auto-responsabilizando-me pelo que fazia e, acima de tudo, pelo que desperdiçava.

 

Não há fórmulas mágicas, há trabalho que pode ser feito e os frutos - três anos depois - são: zero dívidas, um fundo de emergência de €1500, uma poupança de €1200 em certificados de aforro, obras na casa no valor de €3.000. E uma paz de espírito que não tem preço.

 

Os meus pequenos grandes passos:

- Decidi inventariar as minhas compras de supermercado e descobri dezenas de euros em produtos cuja validade havia expirado. Mais aqueles que não usava e outros tantos duplicados. 

- Deixei de comprar itens que desperdiçava depois de usar uma vez: molhos, ingredientes gourmet ou extravagantes. Mas também a dar uso a sobras e "restos disto e daquilo" que deixava estragar antes de utilizar.

- Passei a poupar todos os pequenos gastos: revistas, objectos sem utilidade real, roupa que permanecia no armário com etiqueta,

- Deixei de ter o hábito de fazer as refeições nos dias úteis na restauração: pequeno-almoço (meio da manhã), lanche, almoço. 

- Passei a levar para o trabalho uma marmita.

- Passei a ter no trabalho um pacote (ou mais) de bolachas e sacos de chá (posso utilizar a chaleira eléctrica comum) ou a levar lanche de casa.

- Investi numa garrafa térmica e numa garrafa de água reutilizável.

- Passei a valorizar todos os cêntimos poupados no supermercado.

- Deixei de comprar comida processada (e com isso menos medicação para o estômago) e passei a valorizar o que gastava em comida boa, nomeadamente boa fruta e legumes da época. É exemplo disso o facto de ter abdicado de comprar manga e não abdicar de escolher sempre banana da Madeira.

- Passei a valorizar todos os cêntimos poupados em todo o lado.

- Passei a utilizar uma chaleira eléctrica na cozinha.

- Passei a planear refeições em função das promoções.

- Passei a cozinhar para sobrar: para a marmita e/ou congelador.

- Investi num edredão de aquecimento (grau 5) e dois sacos de água quente. Com isso, deixei de utilizar o aquecedor eléctrico de colchão (não estou certa que seja esse o nome, mas coloca-se debaixo do lençol).

- Passei a recolher a água fria (no início do duche ou da lavagem dos dentes) para um balde, que posteriormente utilizo no autoclismo. Também aproveito a água do duche.

- Investi em lâmpadas LED.

- Passei a deitar-me mais cedo e a levantar-me mais cedo, poupando electricidade.

- Eliminei o serviço de televisão paga e eliminei o televisor do quarto.

- Cortei nas chamadas de telemóvel.

- Passei a remendar para poupar e em vez de comprar.

- Eliminei as máquinas de café e o consumo de café - em seis meses consegui eliminar a cafeína e passar a beber cevada torrada.

 

Alguns destes hábitos demoraram anos a serem implementados, mas acredito no que a minha mãe me ensinou Pequenas poupanças, grandes mudanças. 

 

Poupem muito e poupem bem.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:08

Comecei este blog como um instrumento no meu percurso de auto-responsabilização financeira: passei a ter um registo de despesas, a fotografar os meus desperdícios alimentares, fui-me colocando as perguntas (quer poupar? o que está disposta/o a fazer para poupar? qual é o objectivo da sua poupança?) e partilhei as minhas respostas.


 

O blog tem quase dois anos. Hoje posso festejar que já não tenho dívidas. Felizmente EU ainda consigo poupar. Por isso - enquanto posso - poupo precisamente para ter uma paz de espírito que hoje é um luxo.


Durante esse percurso, tive muitas pessoas a acompanharem-me, a incentivarem-me e a celebrarem comigo as vitórias. Quase dois anos numa aprendizagem conjunta. Acredito que essa partilha foi instrumental na minha vida pessoal. Agradeço muito a quem, em privado ou em público partilha os seus sucessos comigo, grandes ou pequenos.

 

Parece-me que estamos num bom caminho. Continuámos? ;)


 


 


  

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:35



Anúncios Google



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Calendário

Agosto 2017

D S T Q Q S S
12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031


Livro de preços

Favoritos



Anúncio Google


Anúncio Google



Comentários recentes

  • Sofia C.

    Ainda não submeti a minha participação, mas depois...

  • Descontos

    Não. Devo ser um dos registos perdidos, já que sub...

  • Sofia

    A Descontos já recebeu? Eu fiz a compra no dia 9 e...

  • Descontos

    Obrigada pelo feedback Samuel.Pelas informações qu...

  • Descontos

    Obrigada pelo feedback Maria. Claramente o CNT não...



Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D