Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Compro caixas de Lego por 2 latas de atum.

DSC_0006.JPG
Quando vi o preço na internet, até abri a boca: 56 euros.

 

Também compro livros por Harry Potter por uma lata de salsichas/cada. Para as minhas sobrinhas e para mim (sim, não hei-de morrer sem ler Harry Potter).

E não! Eu não dei apenas o valor pedido. Estão a achar que sou uma Tia Patinhas?

ng2256379.jpg

 

Se encontrar um Monopólio, a funcionária até me vai ver a dar pulinhos de alegria. ;)

Autoria e outros dados (tags, etc)


20 comentários

Sem imagem de perfil

De maria a 18.02.2016 às 17:44

boa tarde Cristina, sabe se há lojas sociais no Porto ou em Gaia.
Imagem de perfil

De Descontos a 18.02.2016 às 17:54

Há sim, veja por favor os endereços da Remar, Despertar e Humana. Depois é uma questão de começar a explorar na sua área de residência. Por exemplo, na minha área há também uma loja social de uma associação e outra que julgo tratar-se de um projecto da Junta de Freguesia.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 18.02.2016 às 20:57

Eu conheço lojas sociais mas pensava que só se podia pagar por coisas em dinheiro.
Imagem de perfil

De Descontos a 18.02.2016 às 22:30

Imagino que cada loja terá os seus objectivos e modalidades. Na verdade, só conheço uma que troque bens por alimentos.
Sem imagem de perfil

De Ricardo_A a 18.02.2016 às 23:04

Grande dica Cristina. Eu estava convencido que loja social (loja solidária será o mesmo ?) seria apenas de acesso a pessoas com dificuldades económicas.
Tenho de ver o que existe na zona de Lisboa.
Imagem de perfil

De Descontos a 18.02.2016 às 23:49

Neste caso, recolhem alimentos para cabazes alimentares na freguesia. Já o social/solidária... eu confesso que prefiro o social (aka responsabilidade social), mas tento utilizar o solidária por questões de clareza... mas de vez em quando escapa.
Imagem de perfil

De Aerdna a 19.02.2016 às 08:59

Excelente texto! Muitas vezes as pessoas que querem e podem ajudar, não o fazem por desconhecimento, por desconfiança dos negócios que são geridos à custa da dita solidariedade (no meu caso deixei de ajudar muitas instituições por falta de transparência das mesmas), por falta de tempo para se informarem e até por não saberem como se informar. Estas acções não costumam ter muito dinheiro para gastar em publicidade, por isso estes textos podem ser tão valiosos.
Na zona onde vivo (não é Portugal actualmente e infelizmente), a informação é dada/patrocinada pela câmara local com o envio de uma revista trimestral para casa de todos os habitantes da vila. As pessoas dão à associação o que têm e não precisam. Eles têm um grupo de pessoas a trabalhar num regime de reinserção social, que fazem a triagem, que higienizam as coisas, recuperam roupas e sapatos e depois são colocadas à venda numa loja social com preços de uma tabela fixa que vai do 1.50€ até 9€. Os produtos alimentares também podem ser encontrados noutro espaço, também com preços bastante abaixo da tabela praticada no comércio normal e são produto de doações (foi aprovada uma lei neste país que obriga por exemplo as grandes superfícies a não jogar a comida fora, tendo que a reencaminhar para as várias formas de reaproveitamento). O facto de as pessoas pagarem algo pelo que consomem evita os abusos e aquelas cenas deploráveis de abrir os caixotes do lixo e ver comida da Cruz Vermelha jogada no lixo.
A ideia de trocar comida por outros bens, produtos de doações também me parece fantástica, porque além de ajudar a colocar comida na mesa de quem não pode comprá-la, ajuda também ao processo de reutilização das coisas, o que o meio ambiente agradece a gritos.
Boas trocas! Fique bem!
Imagem de perfil

De Descontos a 08.03.2016 às 19:16

Obrigada pela partilha de experiências. Realmente a instituição de que fala parece-me ser um excelente exemplo.
Quando ao desperdício alimentar, ainda há dias lia uma entrevista do Sr. Pingo Doce em que ele dizia que não compreendia como era possível que fosse mais economicamente vantajoso deitar a comida ao lixo (porque deduzia o IRC) do que doar a uma instituição.
Esperemos que isso mude. Pelo menos temos visto alguns exemplos na UE que podem ser um bom ponto de partida.
Imagem de perfil

De m-M a 19.02.2016 às 11:00

Eu fazia muito isso no Porto, na ANAP e na Remar.

Aqui em Lisboa não conheço.
Podes-me indicar alguns locais? :)

Obrigada*
Imagem de perfil

De Descontos a 22.02.2016 às 20:49

Lamento, mas para aí não consigo ajudar.
Imagem de perfil

De Moralez a 19.02.2016 às 11:05

Muito bem, que loja consegue trocar alimentos por bens? No porto?
Imagem de perfil

De Descontos a 22.02.2016 às 20:50

Em Gaia, numa loja sita no Pão de Açúcar de Canidelo.
Imagem de perfil

De Moralez a 22.02.2016 às 21:05

Obrigado ;-)
Sem imagem de perfil

De MICAS a 19.02.2016 às 14:44

Boa tarde,
Como posso saber onde se encontram essas lojas no Seixal e em Lisboa ? Na internet só localizo lojas sociais. pode ajudar-me ?
Obrigada
Imagem de perfil

De Descontos a 22.02.2016 às 20:49

Lamento, mas sou do norte. ;)
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 20.02.2016 às 19:08

Desconhecia que havia lojas solidarias que trocavam por bens, pensava que fosse apenas por dinheiro....acho uma ideia excelente.
Quanto ao ler os livros do harry potter parece-me muito bem, mas ainda faltam os outros três livros para completar a colecção....
Sem imagem de perfil

De Alexandra a 31.05.2016 às 21:22

Alguém sabe me dar moradas de lojas sociais, em Gaia ou Porto...procuro essencialmente brinquedos

obrigada
Imagem de perfil

De Descontos a 01.06.2016 às 15:06

Loja social nas galerias do Jumbo Pão de Açucar, R. Emissor 236/ Gaia (tem brinquedos)

Remar (só conheço em Matosinhos, onde costuma haver brinquedos):
1* - LOJA SOLIDÁRIA , PONTO DE RECOLHA
Rua da Firmeza, 369 4000 PORTO
+351 222.022.001/14.004/5

2*
LOJA SOLIDÁRIA , PONTO DE RECOLHA
Rua da Constituição n.º 790, 4200 195 Porto
+351 22 208 2653

Loja solidária Cruz Vermelha (costuma ter brinquedos)
R. de Adolfo Casais Monteiro, 33 (Rua ao lado do Museu Soares dos Reis)

Loja Despertar (não vou lá há décadas, mas costumava ter brinquedos)
Praça da República, nº 34


Não me recordo de mais nenhuma.
Espero ter ajudado.

Sem imagem de perfil

De Fátima a 18.07.2017 às 17:41

Boa tarde

Sabes indicar-me se a loja social das galerias do Pão de açúcar ainda se encontra a funcionar? Obrigada
Sem imagem de perfil

De Fátima a 18.07.2017 às 17:42

*Sabe
Peço desculpa :-(

Comentar post




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Calendário

Fevereiro 2016

D S T Q Q S S
123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
2829


Comentários recentes

  • Descontos

    Nem me fale. Eu resisto bem a roupa, mas a livros ...

  • Ricardo_A

    Ò Cristina, o melhor é não ir senão vai é "entralh...

  • Descontos

    Esta loja é fantástica. É preciso é um pouco de pa...

  • m-M

    Eu comprava muita roupa usada, quando morava no Po...

  • Descontos

    Sim e há outras: Remar, Reto... é uma questão de p...




Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D