Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Ou pode ser que esta rubrica se passe a chamar: como a Cristina destrói estereótipos da Porto Editora utilizando ferramentas em casa, sem a ajuda de um homem.

 

Ou então:  como a Cristina passa meia dúzia de anos, com uma lâmpada fundida, simplesmente porque teve preguiça de ver o que se passava com um dos focos embutidos da casa de banho. 

 

A sério... anos!

 

Em suma: a lâmpada não ligava e naturalmente eu pensei que o problema fosse a lâmpada. Substituí e continuei sem luz. 

 

FINALMENTE, antes de pintar o tecto, decidi que era hora de retirar o foco e ver o que se passava. 

 

Eu não sou electricista e nem sempre as coisas correm bem. Por isso, fazer o que eu faço, nem sempre é uma boa ideia.

 

1º Desliguei a electricidade no quadro. MUITO IMPORTANTE. Mais, avisei que iria fazê-lo, para que ninguém a ligasse por engano. 

 

2º Fotografei a instalação, para ter certeza de qual fio entra onde. Ei! Eu disse-vos que não sou electricista.

WP_20170823_001

(P.S. - A mancha preta na moldura deve-se a uma infiltração, daí a necessidade de obras no telhado. A luz no buraco do foco deve-se à ausência do telhado)

 

3º Fiz uma "instalação eléctrica" para poder testar se era um problema de contacto, transformador, da 2ª lâmpada... Não estava a conseguir fazê-lo com tudo pendurado.

 

WP_20170823_003

Basicamente liguei-lhe uma ficha, até porque tinha de voltar a ligar a luz por causa das obras.

 

Numa superfície estável, consegui perceber que o problema era no casquilho que estava a dar mau contacto (ou suspensão simples, pois já vi ser chamado das duas formas). Ainda coloquei uma fita isoladora, mas continuava a ligar só de vez em quando e a fazer um zumbido.

 

Assim, comprei um novo (custou €0.84) e amanhã, com luz natural, volto a colocar tudo no sítio.

WP_20170823_004

 Se não contar com a deslocação para ir comprar o casquilho, foi coisa para demorar 10 minutos. Os anos que eu tive a lâmpada desligada... Só eu!

Pior... estamos a falar de uma casa de banho que só tem 2 focos no tecto ;)

Autoria e outros dados (tags, etc)


12 comentários

Imagem de perfil

De Martins a 24.08.2017 às 01:32

Magnifico post Cristina, a forma tão engraçada como descreves as peripécias do quoditidiano de uma pessoa, aliada a uma escrita cuidada, mas divertida fez-me rir imenso...

Quem nunca passou pelos "traumas" das bricolages cá de casa, fica sempre alguma coisa para contar...

O tua história ficava bem num livro de Ana Maria Magalhães e Isabel Alçada... Uma aventura na casa da Cristina .

É de louvar a tua força de vontade, e apesar do comodismo inicial (Oh Cristina anos???) provas que qualquer pessoa pode fazer estas bricolages, sim mulheres deste país, não pensem que não capazes porque o são, basta mentalizarem-se disso, e Cristina, no teu caso a necessidade primeiro que activasse o engenho, ainda penaste bastante.

Aliás o facto de tirares uma foto antes, mostra inteligência, porque como eu costumo dizer, uma pessoa pode não saber bem o que tá a fazer, mas pelo menos tem de saber "copiar", e tu asseguraste-te que na pior das hipóteses tinhas possibilidades de deixar a tomada como estava inicialmente.

No mundo ideal e num casal ideal existe entreajuda mútua, sejam as mulheres a cozinhar ou a furar paredes com um berbequim, o mesmo aplica-se ao sexo oposto.

Ainda hoje a ajudar a lavar as enormes carpetes e passadeiras cá de casa, reparei que uma delas estava a desfiar num topo, uma pena pensei eu, visto que o restante tava impecável...

Hoje era dia de feira, e falei com o Sr que fabrica passadeiras e perguntei se reparavam, ao que ele disse que sim, levei a passadeira para que pudesse ver, e espantado ele diz-me que são 2,50€ o arranjo, por vezes penso na quantidade de pessoas que deitam as coisas fora, sem verem antes outras opções além de que deitar velho e comprar novo.

Por vezes, se falarmos com as pessoas certas conseguimos excelentes poupanças monetárias e do planeta (mais reutilização e menos consumismo e recursos usados).

PS: Nada mau para uma blogger não electricista
Imagem de perfil

De Descontos a 25.08.2017 às 07:11

Além das gentis palavras, saio daqui com uma dica.

A minha mãe tem uma passadeira tipo carpete a desfiar precisamente no topo. Nunca me tinha ocorrido perguntar na feira se reparavam. Preparava-me para pegar numa linha e tentar disfarçar.

Vou tentar indagar isso depois do fim de Agosto, porque neste mês a feira está apinhada de turistas e emigrantes.

Realmente, temos de repensar a nossa relação com as coisas. Já atingimos o ponto de ruptura e só não vê quem quer andar de olhos fechados. Vivemos num ciclo vicioso de trabalhar para pagar coisas que são construídas para avariarem rapidamente e nos fazerem voltar a comprar.
Sem imagem de perfil

De Leonor a 24.08.2017 às 08:26

Bom dia,

Eu também sou bastante renitente não gostando de pôr nada fora antes de saber se é possível consertar, às vezes até demais com certas coisas.
Comprei há uns anos ( agora sou eu que digo anos mesmo) num bom saldo umas sandálias de pele da marca "Aerosoles", mas como tinha outras e não tenho muita paciência para andar sempre a mudar, fui guardando estas novas dentro da caixinha muito estimadinhas. Ontem resolvi então estreá-las, anda-se maravilhosamente bem parece que me movo sobre nuvens, mas reparei que as partes da borracha do salto atrás (embora sejam rasas) estão a começar a desfazer-se pelo que eu fiquei muito chateada comigo própria por ser assim, tão regradinha em tudo. Tantos anos de calores no verão e humidades no inverno, não admira, mesmo o que é novo, se não se usartambém se estraga. Depois digo para mim própria é bem feito para aprenderes e não voltares a repetir o erro; mas eu sei que volto a fazer o mesmo, pois como eu própria digo, " a genética é tramada e exerce sobre nós um grande peso". Ensinam-nos tão bem que muitas das vezes o aprendiz sai melhor do que o mestre.
Conlusão: tanto guardar também é por vezes um grande defeito.
Haverá algum sitio onde poderei recorrer para ver se existe alguma hipótese de as recuperar?Não creio. Até tenho o talão de compra e tudo pois esse não se deteriorou com os vários verões e invernos que passou l
Podem gozar comigo, estão no direito. Ou então confortem-me para "minorar a dor".

Imagem de perfil

De Descontos a 24.08.2017 às 08:32

Não a gozo porque faço o mesmo.
Porque me dão cartões presente de lojas, quando prefiro comprar usado, acabo por fazer compras para guardar. Ou seja, nos últimos saldos antes do fim de prazo de validade do cartão, compro e guardo. Assim, quando precisar de uma sabrinas (por exemplo), já tenho.

Não seria possível simplesmente substituir a borracha do salto num sapateiro?
Sem imagem de perfil

De Leonor a 24.08.2017 às 09:03

Ainda vou indagar nesse sentido, mas tenho poucas esperanças, pois a parte onde se coloca o pé também se está a desfazer, foi mesmo sinais do excesso de tempo em espera. É ter paciência e mais nada, há coisas bem piores. E a substituir teria que ser toda a sola pois a borracha é uma só, inteiriça da frente até atrás.
Eu acho que apenas se safa a parte de cima mas que é impossível usar só essa parte e "transplantá-la" para uma nova base possivelmente sairía ao preço de umas sandálias novas ou provavelmente nem daria para fazer. O que me custa mesmo não é comprar uma novas, é não ter desfrutado destas que descobri ontem o quanto são confortáveis e bonitas para o meu gosto.
Comecei logo a pensar vou compar outras das Aerosoles mas bem vistas as coisas tenho mais na fila ( um pouco mais recentes) para estrear, e para acontecer o mesmo vou ter que me conter.
Grata pela atenção
Imagem de perfil

De Descontos a 24.08.2017 às 09:26

Eu iria à Aerosoles, de qualquer modo.
Porquê? Por causa de uma experiência pessoal. Um dia descobri que o meu creme de rosto tinha destalhado. Culpei-me precisamente como a Leonor... isso aconteceu porque não o usei com a frequência que deveria (e foi caro).
Fiz o que faço habitualmente: abri a embalagem, retirei os resíduos de produto e reciclei o plástico.
Em conversa com a farmacêutica que me recomendou o produto, disse-lhe o que tinha acontecido, mas no sentido de que não usada os produtos como deveria. Qual não é a minha surpresa quando ela me diz que aconteceu a outros, tendo-me pedido a embalagem para reclamar.
Ou seja, poderia ter sido reembolsada, se não tivesse assumido que a culpa é minha.
Por isso, vá à Aerosoles e peça para analisarem a questão. Mas fixe prazo e forma de devolução das sandálias.
Sem imagem de perfil

De Leonor a 24.08.2017 às 09:36

Cristina

Obrigado pelo conforto, mas a questão é que aqui entre nós que ninguém nos ouve e eu devia envergonhar-me ao dizer isto, é que elas foram compradas no dia 12/09/2009. Portanto tenho que acatar a realidade dos factos.
Sem imagem de perfil

De Ana Pereira a 24.08.2017 às 09:46

Estou solidária consigo Leonor! Aconteceu-me exactamente o mesmo com umas botas do trabalho. Guardeia-as na caixa direitinhas e fui usando as outras. Um dia quando as fui calçar a sola desfazia-se.
Realmente 2009 já é muito tempo!
Sem imagem de perfil

De Ana Pereira a 24.08.2017 às 09:47

* Guardei-as
Mas já troquei umas botas perto dos dois anos depois de as comprar. E a marca trocou-as sem problema nenhum.
Imagem de perfil

De Descontos a 24.08.2017 às 09:46

Nesse caso, se gosta delas, tente ver o preço de sola nova.
Quem sabe se não compensa.
Sem imagem de perfil

De mara a 24.08.2017 às 11:20

Quem me dera, não ter medo da electricidade...mas atrevo-me a pouco. É demasiado abstracta para a entender... ou será mesmo burrice. Mudo lâmpadas e fichas, mas nem me atrevo a mudar candeeiros. Aquela coisa de positivo, neutro e fase, entra por aqui e sai por ali...tenho medo que depois de tudo montado, qualquer coisa expluda. LOL
Imagem de perfil

De Descontos a 24.08.2017 às 11:24

Eu tenho e muito. Por isso ligo o quadro geral quando faço alguma coisa. E faço mesmo muito pouco.

Comentar post




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Calendário

Agosto 2017

D S T Q Q S S
12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031


Comentários recentes

  • Anónimo

    ML5320E66B Está a funcionar :)

  • Anónimo

    Mesmo, estou farto de trabalhar para aquecer....

  • Descontos

    É verdade e não é só aqui. Os impostos que nos são...

  • Moralez

    Um vergonha os impostos q pagamos!!!!

  • Descontos

    Não morres tão cedo.Estava precisamente a pensar.....




Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D