Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Bom dia cara leitora,

 

eu não vou presumir falar de algo mais que não seja a perspectiva de uma solteira que necessita de poupar. Não sei mais que isso e mesmo aí encontro vários desafios.

 

Relativamente às suas dificuldades com o papel de "estratega de poupança", gostaria de começar por dizer que deve reconhecer as limitações que possui: é humana e o dia tem apenas 24 horas. Aceite-o, conforme-se com essa realidade e permita-se não se auto-recriminar. Porque na verdade, estou certa que não recriminaria ou julgaria outra mãe ou pai que lhe confessasse as mesmas dificuldades.

 

 

Orçamento familiar

Quanto ao valor que deveria almejar para o seu orçamento, confesso que sempre resisti a esse tipo de raciocínio. Cada caso é um caso pelo que deverá tentar poupar o que puder em todos os itens e, por arrasto, isso levará a poupança.


Planear refeições - introdução


Para o planeamento de refeições, eu uso um truque que penso que para alguém muito ocupado, poderá ajudar. Eu aloquei um dia por semana para cada "tipo de refeição":

 

2ª feira - dia de pão e sopa ou vegetariana

3ª feira - dia de carne branca com arroz/massa

4ª feira - dia de peixe congelado

5ª feira - dia de conservas

6ª feira - dia de carne branca com batata/massa


Geralmente o sábado é para peixe fresco e o domingo para os assados, bacalhau com natas e esse tipo de coisas. Dependerá muito dos meus compromissos familiares pelo que nem sequer planeio esses dias.


Notará que eu não como carne vermelha... mas a boa notícia é que pode ajustar o plano à sua família.  Assim, evito dois problemas que tinha: repetia muitas vezes algumas refeições e perdia muito tempo a planear.


Depois e sem complicações, criei 4 refeições para cada tipo (4 bocados de papel rasgado fazem bem o serviço). Por exemplo, no dia de conservas:

 

feijão frade com atum (conserva),
feijão preto (conserva) com legumes (o que tiver para gastar) com arroz branco
batatas cozidas com atum (conserva) e cebolada
grão de bico (conserva) com bacalhau

 

As conservas são a minha batota. Poderia poupar mais, se cozinhasse de raiz os ingredientes, mas detesto cozinhar, não tenho panela de pressão para rentabilizar a cozedura e não tenho arca para guardar. Aceito isso como minhas limitações e compro latas de alguns ingredientes. POUPO-ME.


E pronto, um mês de planeamento. No mês seguinte repito. Isso significa que vou comer o mesmo prato uma vez por mês.

 

E isso só com as minhas refeições preferidas (comecei este plano quando percebi que estava a comer três refeições seguidas de feijão preto com arroz - ADORO!!!).

 

Quando digo "batata", "massa" ou "arroz", isso dependerá da forma como desejar cozinhar: batata cozida, frita, assada ou em puré?

 

E pronto. Faz um plano uma vez e repete. Só consegue fazer 2 exemplos de refeições por dia? Faça-o e repita na 2ª quinzena. Nenhum elemento da família irá morrer porque comeu um prato igual de quinze em quinze dias.

 

Permita-se algum descanso. Peça aos restantes membros da família para colaborarem com propostas para cada tipo de refeição para que seja de todos.

 

Crie um dia para pizza caseira ou de cachorros... coisas simples e/ou rápidas.

 

Quanto mais exemplos tiver para cada dia, mais rapidamente combinará o plano com as promoções.


Planear refeições - alguns atalhos


Já tem o plano mensal feito. Não tem de voltar a planear refeições de forma tão intensa... sempre a pensar: o que faço eu com isto? Hoje o que vou deixar a descongelar? E o que faço agora que me esqueci de descongelar aquilo? [ok...essas eram as MINHAS perguntas!]

 

Num dos dias que poupou tempo em não planear semanalmente, vai aproveitar para olhar para o seu plano de refeições e procurar os atalhos.

 

Atalho nº 1: sobras

 

Vou dar o meu exemplo. Aposto que já adivinhou: feijão preto com arroz branco. ;)


Eu abro uma lata das grandes e junto-lhe legumes (tomate, cenoura, alho francês, courgette...) e cozinho tudo (eu gosto do feijão bem cozido). E faço arroz branco a mais. Depois, congelo o que sobrar para outra refeição. Congelo tudo junto porque é assim que gosto de comer: tudo misturado.

 

Este é o MEU exemplo. Certamente encontrará outros nas suas refeições preferidas.

Com esse atalho eu posso não cozinhar na semana seguinte (se conseguir resistir a não o comer até lá). Menos um dia na cozinha YUPIIIIII!!!!


Atalho nº 2: pré-preparados caseiros

 

Outra comida que gosto: lasanha ;)


Lasanha de bacalhau, lasanha de vegetais, lasanha de carne...

 

Por isso, de vez em quando faço uma quantidade generosa de molho bechamel e faço várias lasanhas para congelar. Costumo fazê-lo em dias de carne branca porque assim também faço o jantar, que se quer descomplicado porque vou gastar algum tempo para as lasanhas.

 

Assim, costumo fazer uma panelona de carne de peru ou frango picada, em regra com legumes picados e muuuuuuito tomate:
- nessa noite o jantar é carne picada com esparguete cozido;
- dose extra para lasanhas;
- dose extra para outra dose de carne picada com esparguete;
- dose extra para dose de carne picada para empadão.

Ena!!!

Dias sem cozinhar = tempo para namorar

 

Poupança na cozinha

 

Mas agora deverá estar a perguntar-se: onde diabo pára a poupança?

 

Ora... quando acha que irei fazer a panelona de carne de peru? Quando a apanhar em promoção, claro!

Não há promoção? Vou comendo "do congelador" que só tem itens que vou comprando em promoção.


E como poupar tempo na poupança?


Utilize os blogs de poupança, que vão fazendo algum do trabalho.
Por exemplo, tenho tentado fazer sempre uma comparação de itens-chave como carne, fruta e peixe. Para esta semana já comecei na carne e até deixei 3 exemplos de refeição para a pá de porco. Que tal um assadinho para o fim de semana? Com este frio sabe bem o quentinho do forno.


A carta vai longa.


Aqui é a parte em que estamos a colocar as mãos à cabeça e a pensar: como eu poderei fazer tudo isto? Mas esqueceu-se que o pedido era relacionado com a falta de tempo?


Verdade.
Mas a melhor parte é que este elefante pode ser comido com uma dentada de cada vez.
Pode começar por planear apenas um dia da semana, por exemplo.
Pode começar por planear apenas com o que tem no congelador e nos armários.
Vários pequenos passos e seguros levá-la-ão muito mais longe que um único grande passo que não teve forças de repetir.

Autoria e outros dados (tags, etc)


21 comentários

Sem imagem de perfil

De Ariana a 28.01.2014 às 15:23

Uau! Não podia pedir melhor. Sucinta, mas prática.
Vou colocar um link no meu post, para continuarem a leitura aqui.
beijinhos
Ariana
Imagem de perfil

De Descontos a 28.01.2014 às 16:25

Sucinta? Está a brincar comigo ou não leu o testamento.

LoL
Sem imagem de perfil

De Ariana a 28.01.2014 às 16:28

Li, pois!
Mas com tanto que pode ser dito nestes campos, acho que foi directo ao essencial.
bjs
Sem imagem de perfil

De Ana a 28.01.2014 às 16:39

Muito bom, mesmo!
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 28.01.2014 às 16:39

Amei :) nada sucinto, mas ideal para "começar" :) já costumo fazer um plano de refeições semanal, ajuda muito a poupar, tempo e dinheiro :) Obrigada pelo blog, sigo há algum tempo e gosto muitoooooo!!
Sem imagem de perfil

De Helga Vicente a 28.01.2014 às 17:55

Só mesmo a nossa Cristina!
Adorei.
O piolho cada vez maior, 8 meses já passaram.
Estou cada vez mais viciada em poupar e em passar a palavra.
Neste ultimo ano consegui poupar o valor total da anuidade para a ama. Yeiii.
És a minha inspiração poupada.
Só para te dizer que copiei-te! À segunda-feira lá em casa também não se come carne.


Força à família da leitora,tenho uma dica: há muitas ementas pela net (sou fã das ementas que estão no blog da loja-borboleta http://loja-borboleta.blogspot.pt/2012/10/ementa-semanal_26.html, essa é só uma das muitas).
Já é uma ajudinha pequenina.

Beijinhos

Imagem de perfil

De Descontos a 29.01.2014 às 10:19

Obrigada Helena,

A borboleta é do meu estilo... cozinha o jantar e o almoço do dia seguinte (marmita) está feito.

Credo, já passaram 8 meses? Lembro-me de avisar que estaria "ocupada"... 8 meses... voaram.

Beijocas para a mamã e piolho!
Sem imagem de perfil

De Flor a 28.01.2014 às 18:05

Espectáculo!!! Boas dicas.
Sem imagem de perfil

De Joana Carvalho a 28.01.2014 às 19:49

Excelente post Descontos, obrigada!
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 28.01.2014 às 20:34

Dicas espertas mas para quem tem um estomâgo saudável.
Imagem de perfil

De Descontos a 28.01.2014 às 22:55

Mas eu acho que estas dicas são conduzentes a um estômago saudável porque faz com que nos "obriguemos" à variedade. E é bastante flexível para adaptar à realidade de cada família.

Os "tipos de refeição" para cada dia caberá a cada um de nós/vós determinar.

A rotatividade semanal do "género de ingrediente" seria impossível em algum tipo de dieta especial? Poderia dar mais pormenores. Gosto sempre de aprender mais.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 28.01.2014 às 21:43

Apercebi-me recentemente que a minha mãe é um génio. Cresci com um plano semanal fabuloso de comida caseira , uma refeição de peixe e outra de carne, com chá feito de manhã para acompanhar as refeições e, embora ela repetisse as refeições, nunca demos por ela.
Mais cozinhava para sete e o panelão de sopa era fresco todos os dias sem falar na comida do cão que ração é invenção recente e o gato tinha direito a peixe cozido.
E sim a minha mãe era o que se chama hoje (pomposamente) uma empresária em nome individual. Fazia tudo isto com uma loja aberta ao público.

Tem dias que me pergunto se sou burrinha porque me perco nas coisas mais simples....outros dias acho que desaprendi tudo ou não cheguei a aprender.....também sei que antes não havia nem TVCabo nem internet.

A verdade é que me lembro destas coisas que ela tão brilhantemente fazia e por mais que tente não lhe chego aos calcanhares.

As mães dos anos 70 e 80 foram fabulosa e atravessaram uma crise talvez pior que esta.
Abençoadas mães.
Imagem de perfil

De Descontos a 28.01.2014 às 22:35

Obrigada pelo testemunho. Comoveu-me imenso. Não só pelo reconhecimento do trabalho da sua mãe, mas pela genuína transparência com que admitiu não saber fazer o mesmo.

Acho que o problema é que não aprendemos com os nossos mais velhos quando eles nos querem ensinar, e quando finalmente reconhecemos a importância dos seus ensinamentos, é tarde demais (ou porque os perdemos ou porque estão demasiado cansados) e a perda é toda nossa.

Não se importou que tivesse destacado o comentário para um post, pois não?
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 29.01.2014 às 00:03

Não me importei pelo contrário....começo a ver o que escrevo pelos olhos dos outros.
Está na hora de lançar o meu espaço na net...aberto já está ....falta tempo para pensar nas coisas...sinto falta de tempo para só pensar e daí fazer uma só coisa.

Só tenho um reparo....embora esteja em itálico parece um post da Cristina...e embora ande por aqui anónima agora dou por mim a ficar agarrada ao que escrevo o que é novidade.

Estes blogues têm efeitos mais acentuados do que eu esperava.....
Imagem de perfil

De Descontos a 29.01.2014 às 00:43

Não se esqueça de partilhar essa morada digital... quando o sentir que é esse momento.

Quanto à autoria, tem razão. A minha prática sempre foi colocar a itálico o que é citaçao e depois nomear. Mas tinha o anonimato. Escrevi uns dois ou três comentário que apaguei. Tudo me parecia redundante. Acabou por sair assim. Por isso, adicionalmente cometei mais directamente na caixa... esperava que pudesse querer sair so anonimato. :-)

Não quef aproveitar para assinar... nem que apenas com nick/nome de fantasia?
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 29.01.2014 às 01:17

Não é uma necessidade fatal :)
Não me faz essaaaaaaa falta....o mais importante é que escrevi um posto sem dar por ela, agora só tenho que descobrir como o fazer quando quero.
Beijinhos e boa noite.... já devia estar na cama mas os temporais agora parecem cafeína no meu organismo
Sem imagem de perfil

De Célia a 28.01.2014 às 23:02

Cristina, muito obrigada pela carta aberta, lia com um sorriso nos lábios e umas lágrimas no canto do olho. Quando escrevi o comentário no blog da "amiga" Ariana nunca imaginei que tantos e bons conselhos fossem dados.
Agradeço também a quem tem deixado as suas experiências diárias.
Em suma, temos que viver com a noção de que não temos super poderes e que portanto vamos falhando e melhorando.
Muitas vezes, sinto-me uma "bombeira" a combater um incêndio com várias frentes. Ataco a frente que está mais alta...e passo à seguinte logo que possível.
Imagem de perfil

De Descontos a 29.01.2014 às 10:28

Célia,
eu atrever-me-ia a dizer que encontrará por aqui muitas mulheres que sentem precisamente como descreveu: uma bombeira a acudir a tudo.
Espero ter ajudado e espero que saiba que me terá ao dispor.
Um abraço
Sem imagem de perfil

De marta c. a 28.01.2014 às 23:03

Adorei, e ainda adorei mais saber que existe alguém viciado em arroz e feijão como eu, poderia comer todos os dias. Hoje por exemplo tinha uma sobra de carne picada ja feita e congelada, mas como era pouca juntei o famoso do feijão e a destranbelhada da massa penne, digo isto porque preferia o arroz, mas fiz a vontade ao cachopo. Por menos de 2 euros fiz a refeição completa para 3 pessoas. Em relação a carne branca picada, ja penssei seriamente em adquirir uma maquina barata, das manuais. Como prefiro picada na hora!

Comentar post


Pág. 1/2




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Calendário

Janeiro 2014

D S T Q Q S S
1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031


Comentários recentes

  • Anónimo

    Bom dia,Eu por acaso todos os anos compro desta m...

  • Descontos

    E o prémio para o comentário do dia, vai para...[A...

  • Anónimo

    Amendoins Americanos. São bons e sabem a manteiga ...

  • Descontos

    Lamento, mas não sei. Costumo ir a seguir ao almoç...

  • Descontos

    Obrigada Diana,com efeito conheço. O Kobo também t...




Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D