Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




 

A minha primeira advertência é: este post será um pouco longo.

 

A minha segunda advertência é: este post não interessará a todos que passam por aqui e lêem o blog. É especialmente destinado a pessoas que, como eu, procuram uma estratégia activa de poupança continuada e estruturada.

 

A minha terceira advertência é: este post reflecte a minha estratégia pessoal para o meu orçamento familiar, hábitos de consumo e espaço disponível. 

 

Se passarem deste ponto, fazem-no por vossa conta e risco. 

 

 

 

Há algum tempo que dei a conhecer as minhas motivações para passar a ter uma estratégia activa de poupança, vocacionada não apenas para melhor gestão dos meus recursos, mas (porque felizmente ainda posso fazê-lo) cortando custos para alocar o meu dinheiro para outros destinos: crédito pessoal, fundo de emergência para saúde e desemprego, reparações de carro e casa e finalmente para a velhice.

 

Hoje, com uma mudança de emprego que determinou que passasse a ganhar ainda menos, com um episódio de saúde que poderia ter-se tornado numa incapacidade permanente, sinto-me ainda mais culpada com o que desperdicei nos anos em que valorizei o consumo acima da segurança de um pé de meia. Porque, na verdade, quando somos jovens não valoramos o que os nossos pais nos dizem e expressões como pé de meia, são relegadas ao esquecimento.

 

Mas ainda tenho emprego e saúde e poupar pouco é poupar. Nem que sejam €5.00/mês para os livros escolares em Setembro... o tempo voa. E é na antecipação e no planeamento que se conseguem as verdadeiras poupanças.

 

Quando lanço o repto, dizendo que planear menus e organizar as compras é a melhor forma de reduzir as despesas mensais com alimentação (e diria mais... reduzir desperdícios) e me respondem... mas eu não consigo fazer isso, penso sempre: ainda não consegue... se começar, aprenderá e passará a conseguir.

 

Foi assim comigo, com o registo das despesas. Passei a fazê-lo, esquecia-me, retomava e agora já nem penso nisso. Faço sempre, dia a dia, num minuto, abro o ficheiro e limpo os papéis do porta moedas.

 

Por isso, tenham ou não os armários cheios, agora é o momento de pensar no orçamento familiar como uma tarefa. Se pensarem na sua gestão como um emprego part-time em que, o vosso rendimento é aquilo que poupam no final do mês

 

E fazer uma gestão do orçamento familiar é trabalho de equipa: toda a família deve estar envolvida e motivada

 

E já há muitas famílias a fazê-lo, com as mais diversas estratégias.

 

O meu registo é simples, mais adaptado a compras com as complicações dos descontos e vales de desconto. É a minha realidade. A "poupança" por compra, em termos percentuais, é meramente acessória. O que me interessa é o que gasto no final do mês. Poderão gravá-lo daqui (abrem a página, e escolhem a opção "download").

 

A LB também esteve a trabalhar no seu registo, que analisa com maior detalhe a particularidade de cada talão de conta.

 

Já a MJ aposta num registo mais integrado em que coloca todas as despesas do seu orçamento familiar. E no final, ainda tem folhas para o stock.

 

Este post não seria possível sem a colaboração e generosidade da LB e da MJ que aceitaram partilhar as suas folhas de cálculo. Os meus sinceros agradecimentos.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


3 comentários

Sem imagem de perfil

De sonia a 06.05.2012 às 12:02

obrigada por tantas dicas que nos ajudam a comprar mais barato...
Sem imagem de perfil

De Marta a 06.05.2012 às 12:24

Só uma dica para quem tem tablet ou telemóvel android: existe uma aplicação chamada Grocery Tracker Shopping List (grátis) em que dá para criar uma lista de compras (com preços, descontos, vales, etc), lista de vales (quantidade, qdo expiram, origem...), manter um inventário sempre atualizado (com data de expiração dos produtos, onde se encontram, qtdds, etc), criar menus semanais (que ao serem realizados atualizam automaticamente a lista de inventario) e receitas (tbm atualiza o inventario).

Estou a usa-lo para ñ ter de estar sempre a atualizar um excel (e ñ gastar papel :P ), e dá bastante jeito ;)
Sem imagem de perfil

De João a 07.05.2012 às 18:47

Ai, ai....

quem me dera que os nossos doutos governantes tivessem uma centésima do bom senso da Cristina...uma coisa estava garantida, não estávamos na bancarrota de certeza!

Comentar post




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Calendário

Maio 2012

D S T Q Q S S
12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031


Comentários recentes

  • Descontos

    Fui/sou utilizadora das quatro plataformas mencion...

  • Zé Povinho

    Trocar bens roubados e burlar os outros era o fort...

  • Anónimo

    sim os CTT estão cada vez pior no ultimo ano notei...

  • Ricardo_A

    Ah, tem razão Rui. O Continente apresenta o preço ...

  • Anónimo

    Esta semana também recebi a garrafinha de vinho, a...




Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D